24 de maio, 2024

Últimas:

Irã executa quatro pessoas condenadas por espionagem a favor de Israel

Anúncios

O Irã executou por enforcamento, nesta sexta-feira (29), quatro pessoas —três homens e uma mulher— condenadas à morte por espionagem a favor de Israel, informou a agência de notícias do Judiciário iraniano.

Vafa Hanareh, Aram Omari, Rahman Parhazo e Nasim Namazi foram condenados à morte por “guerra contra Deus” e “corrupção na Terra”, por sua “colaboração com o regime sionista”.

Anúncios

As execuções aconteceram na província da região noroeste do Irã, no oeste do Azerbaijão.

O grupo teria cometido “importantes ações contra a segurança do país sob direção da Mossad [a agência de inteligência israelense]”.

Anúncios

O Irã não reconhece Israel e ambos os países lutam uma guerra silenciosa há anos, agravada pelo atual conflito entre o movimento palestino Hamas e Israel na Faixa de Gaza.

Em 16 de dezembro de 2023, um homem, também condenado à morte por trabalhar para o Mossad, foi executado na província de Sistão-Baluchistão, no sudeste do Irã.

Segundo grupos de direitos humanos como a Anistia Internacional, a República Islâmica executa mais pessoas todos os anos do que qualquer outro país, com excção da China.

Em outubro de 2023, o Irã executou mais de 600 pessoas, o número mais elevado em oito anos, segundo um cálculo do grupo de direitos humanos Iran Human Rights (IHR), com sede na Noruega.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Neste final de semana, dias 25 e 26 de maio, o Mirante Du Martins em Botucatu, será o palco...

Categorias