Incêndios no oeste dos EUA já deixaram pelo menos 28 mortos

Os incêndios florestais que atingem a costa oeste dos Estados Unidos continuam deixando milhares de pessoas em alerta. O número de mortos subiu para pelo menos 28 pessoas.

Há ao menos 100 focos de incêndio na região neste sábado (12), e as autoridades indicam que há dezenas de desaparecidos.

O fogo já queimou uma área correspondente a quase o tamanho de Sergipe. Quase 4 mil imóveis foram destruídos nas últimas 3 semanas.

A situação é pior em Washington, Oregon e Califórnia, onde o fogo já consumiu uma área correspondente a quase o tamanho de Sergipe.

Centenas de milhares de americanos precisaram deixar suas casas por causa do risco de destruição.

Só no Oregon, o alerta chegou a 500 mil pessoas, o que representa mais de 10% dos habitantes do estado. Dessas, 40 mil pessoas precisaram sair, de acordo com governadora Kate Brown.

O estado é considerado o atual epicentro dos incêndios.

As autoridades do Oregon se preparam para um “incidente de mortalidade em massa”, levando em consideração quantas estruturas foram carbonizadas.

Em Portland, a principal cidade do estado, moradores da periferia tiveram que procurar abrigo em um centro de convenções.

A situação só não piorou porque ventos soprados do Pacífico impediram que as chamas se alastrassem mais.

O fogo ainda ameaça áreas residenciais da cidade, onde mora a brasileira Kesia Frade com o marido e a filha. O fogo não chegou na região, que está no nível dois de alerta.

Ela conta que está com as malas preparadas com os documentos caso recebam outro alerta.

“Se acontecer de o nível três chegar, a gente tem que sair na hora”, diz.

“A qualidade do ar tá muito ruim. Hoje, tá melhor. Dois ou três dias atrás o céu tava muito laranja, tava muito escuro”, relata Kesia.

Fumaça dos incêndios florestais obscurece parcialmente a ponte Tilikum Crossing, em Portland, Oregon, em 12 de setembro.  — Foto: AP Photo/John Locher
Fumaça dos incêndios florestais obscurece parcialmente a ponte Tilikum Crossing, em Portland, Oregon, em 12 de setembro (Fotos: Reprodução)

Já na Califórnia, três dos cinco maiores incêndios florestais da história do estado estão acontecendo neste momento, segundo as autoridades.

As altas temperaturas, falta de chuva e ventos fortes ajudaram a preparar o terreno para as chamas.

Mais de 4 mil casas e outras estruturas foram queimadas apenas na Califórnia nas últimas três semanas, de acordo com o Departamento de Proteção de Incêndios do estado.

A imprensa americana divulgou imagens de pessoas deixando suas casas em desespero ou tentando recuperar os pertences em meio aos escombros.

Fonte: Yahoo!