Idoso que morreu a caminho do hospital perdeu mulher em mesmo trajeto há três anos

Acidente ocorreu na quarta-feira (10) no km 304 da rodovia SP-326 (Foto: Maury Jr./ Matão Urgente)

A esposa de David Domingues Vieira, o idoso que morreu nesta terça-feira (16) em decorrência do acidente entre um caminhão e uma van com pacientes do Hospital de Câncer de Barretos (SP), também morreu em um acidente parecido há três anos enquanto acompanhava uma cunhada para tratamento médico no hospital de Barretos.

Leia Mais:

Colisão entre van e caminhão deixa 17 feridos na rodovia SP-326

O genro do casal, Tiago de Almeida Vieira, contou que Silvia de Lourdes Leme Vieira, de 53 anos, estava como acompanhante em uma ambulância da prefeitura quando o veículo colidiu com um caminhão. A cunhada quebrou o pé e Silvia foi levada, sem gravidade, para um hospital de Araraquara (SP). De lá, ela foi encaminhada para uma unidade particular em Itapetininga (SP).

Assim como seu marido, a mulher também ficou internada por alguns dias e seu estado era considerado estável, quando veio a óbito por uma hemorragia interna.

“É uma situação bem traumática, meu sogro passou praticamente pelo o mesmo. Ele estava internado e bem, então ficamos preocupados com nossa sobrinha [que também estava na van do acidente em Matão], mas de repente ele piorou”, conta Tiago.

David Vieira sofreu parada cardiorrespiratória após uma cirurgia.

O aposentado frequentava o Hospital de Câncer de Barretos há cinco anos para tratar um câncer no intestino. Ultimamente, ele ia com menos frequência ao médico, pois já estava curado e fazia apenas acompanhamento, a última etapa de seu tratamento.

Segundo Tiago, no momento do acidente, o idoso estava no banco da frente da van, ao lado do motorista. David foi internado a UTI de Matão, onde permaneceu por escolha da família. “Todos os médicos eram bastante atenciosos, a infraestrutura parecia melhor, isso falando como leigo, mas mesmo assim optamos por não trazê-lo à Itapetininga”.

O velório do idoso aconteceu na cidade nesta terça-feira (16) e, na manhã de quarta (17), houve seu sepultamento no Cemitério São João Batista, na Vila Rio Branco.

O acidente

A colisão aconteceu na Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326) em Matão, na última quarta-feira (10). Segundo a Polícia Militar Rodoviária, a van transportava pacientes de Itapetininga para o Hospital de Câncer de Barretos e se chocou com o caminhão por volta das 5h30, no km 304. Ao todo, 17 pessoas ficaram feridas.

O motorista de 64 anos que conduzia o grupo contou aos policiais que não viu a carreta e por isso não conseguiu evitar a colisão traseira. Ele quebrou um dos braços, passou por cirurgua e teve alta na na tarde desta terça-feira (17).

11 pacientes já foram liberados e retornaram à Itapetininga. Uma menina de 15 anos e um idoso de 64 anos continuam na UTI do Hospital Carlos Fernando Malzoni, em Matão. No leito comum, estão internadas duas mulheres, de 62 e 37 anos, ambas estáveis. Uma pessoa foi transferida para um hospital de Araraquara e faz acompanhamento médico para avaliar possível cirurga na coluna, pois sofreu uma fratura na cervical.

Fonte: G1

Últimas

Migrantes haitianos recuperam a esperança no México

25 set 2021

O México é uma luz no fim do túnel para os cerca de 300 migrantes haitianos...

Categorias

Scroll Up