Idosa é condenada pela morte de família brasileira na Itália

A italiana Nicolina Poggianti, de 74 anos, foi condenada nesta quarta-feira pela morte de quatro brasileiros, em 2013. Ela era a dona do imóvel onde a família morava, em Arzachena, na Sardenha. As vítimas morreram afogadas no porão após uma inundação cobri-las de água em poucos minutos.

Nicolina recebeu pena de dois anos de prisão pelo múltiplo homicídio culposo (quando não há intenção de matar). No entanto, a sentença foi suspensa pela juíza Camilla Tesi por causa da idade da condenada e por considerar que ela teve “responsabilidade residual”. As informações são da Ansa.

As vítimas eram Izael Passoni, de 42 anos, sua mulher, Cleide Mara Rodrigues, de 39, e seus dois filhos, Weriston e Laine Kellen, de 21 e 17. Em dificuldade financeira, a família passou a viver em um porão cedido por Nicolina.

Izael Passoni, sua mulher, Cleide Mara Rodrigues, e seus dois filhos, Laine Kellen e Weriston (Foto: Reprodução)

O Ministério Público italiano classificou o local como “inabitável”. Mas os brasileiros moravam nele sem pagar o aluguel. Em contrapartida, a família cuidava da vila onde o imóvel ficava e que também pertencia à Nicolina.

A família morreu durante o ciclone Cleópatra. Os brasileiros não tiveram condição de deixar o porão, pois a porta de saída estava bloqueada pela água. De acordo com a Ansa, uma porta que dava acesso aos andares superiores era mantida trancada pela proprietária.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up