Hugo Calderano encerra temporada histórica com bronze no Finals

A histórica temporada 2021 de Hugo Calderano terminou nesta segunda-feira (6). Número quatro do ranking da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF, sigla em inglês), o brasileiro obteve a medalha de bronze no WTT Finals, competição que reúne 16 dos melhores jogadores do mundo em Singapura.

Após estrear batendo o chinês Lin Gaoyuan (sétimo do ranking) por três sets a zero (11/8, 11/9 e 13/11) no domingo (5), Calderano disputou dois jogos nesta segunda. No primeiro, pelas quartas de final, ele derrotou o nigeriano Quadri Aruna (13º) por três sets a um (11/6, 6/11, 11/8 e 11/4). A vaga na semifinal já garantia ao brasileiro, pelo menos, uma medalha de bronze. No duelo valendo um lugar na decisão, o carioca de 25 anos encarou um velho algoz: o japonês Tomkazu Harimoto (quinto do mundo), que havia ganhado quatro das três vezes anteriores em que os dois se enfrentaram. Novamente, o asiático levou a melhor, desta vez por quatro sets a um (6/11, 9/11, 16/14, 5/11 e 3/11).

Apesar da queda, o resultado foi o melhor de Calderano em uma edição de Finals. O ano, aliás, foi de vários feitos históricos do brasileiro, que alcançou as quartas de final da Olimpíada de Tóquio (Japão) e do Campeonato Mundial de Houston (Estados Unidos), atingido o desempenho mais positivo de um mesatenista do país nos dois eventos.

Além disso, após a conquista do Campeonato Pan-Americano de Lima (Peru), o carioca assumiu a quarta posição do ranking da ITTF. Ele igualou o feito do norte-americano Sol Schiff, que havia sido, em 1938, o último atleta das Américas a aparecer em quarto lugar na lista mundial.

Fonte: Agência Brasil – Foto: WTT/Divulgação