16 de junho, 2024

Últimas:

Homem que matou mulher e filha a facadas e sogra a marteladas é encontrado morto em penitenciária

Anúncios

O homem que confessou ter matado a esposa, a filha de apenas 1 ano e a sogra no domingo (12), em Caconde (SP), foi encontrado morto na penitenciária 3 de Serra Azul, nesta terça-feira (14), segundo a Polícia Civil.

O triplo feminicídio aconteceu após uma discussão com a mulher porque Gustavo Antonio Siqueira da Silva, de 21 anos, desconfiava de uma suposta traição, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Anúncios

A suspeita é que ele cometeu suicídio. Segundo a Polícia Civil, durante a contagem de presos nesta manhã, Gustavo foi encontrado morto com um lençol no pescoço. Ele estava sozinho na cela.

Em nota, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informou que “a direção do presídio instaurou procedimento apuratório para checagem dos fatos e foi registrado boletim de ocorrência”.,

Anúncios

Assassino da esposa, filha e sogra, Gustavo Antonio Siqueira da Silva foi encontrado morto em penitenciária — Foto: Reprodução
Assassino da esposa, filha e sogra, Gustavo Antônio Siqueira da Silva foi encontrado morto em penitenciária (Foto: Reprodução)

Crime e motivação

O assassinato de mãe e filha aconteceu entre a noite de sábado (11) e a madrugada de domingo (12), em uma casa no bairro São José.

Silva afirmou à polícia que usou drogas e, por volta de 23h no sábado, passou a discutir com a esposa Marina Cristiane de Lima, de 23 anos, porque achava que ela o havia traído.

Homem matou a esposa, a filha e a sogra em Caconde — Foto: Reprodução/EPTV
Homem matou a esposa, a filha e a sogra em Caconde (Foto: Reprodução/EPTV)

A briga continuou e, na madrugada de domingo, ele a esfaqueou, sendo que um dos golpes atingiu a pequena Giullia Emanuelly Lima da Silva, de 1 ano e 11 meses, que estava no colo dela.

Sogra foi morta horas depois

Ele contou para a polícia que, após o crime, saiu para usar mais drogas e voltou para casa para esperar a sogra.

Isabel Cristina Moreira, de 53 anos, trabalhava à noite como cuidadora de idosos e chegou na casa no domingo (12) pela manhã. Ele trancou a porta da frente para que ela precisasse dar a volta na casa e entrar pelos fundos. Nesse momento, ela foi atacada por ele com marteladas na cabeça.

Isabel Cristina Moreira, de 53 anos, foi assassinada pelo genro a marteladas em Caconde — Foto: Reprodução/EPTV
Isabel Cristina Moreira, de 53 anos, foi assassinada pelo genro a marteladas em Caconde (Foto: Reprodução/EPTV)

Para o delegado, o assassinato da sogra foi premeditado. “No nosso entendimento, ele fez uma emboscada, uma premeditação esperando ela com um martelo na mão. Ela nem adentrou o imóvel, ela nem teria visto o corpo da filha e da neta e ele já teria golpeado ela até a morte”.

Prisão do assassino

Silva foi para o distrito de Barrania e tentou cometer suicídio. Como não conseguiu, ele ligou para a polícia e confessou o crime. Ele foi encontrado na entrada da estrada para o distrito com uma barra de ferro de construção e pedaços de vidro.

Silva indicou onde morava e os corpos foram encontrados.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.737 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (15) no Espaço da Sorte, na...

Categorias