Homem é preso suspeito de matar padrasto da noiva a facadas no mesmo dia em que a levou para dar à luz no interior de SP

Um homem de 31 anos foi preso na noite desta terça-feira (26) suspeito de matar a facadas o padrasto da sua noiva em Sabino (SP). Lucas Pereira da Silva foi preso enquanto acompanhava a noiva, que estava grávida, em uma maternidade em Lins (SP) para o nascimento do filho do casal.

A polícia foi acionada pela mulher após Lucas confessar o crime. A vítima tinha 81 anos e morava com o casal.

Segundo a polícia, no fim da manhã de terça, o suspeito e a vítima, Antônio Manuel da Silva, discutiram na casa onde moram.

O homem contou à polícia que Antônio pegou um pedaço de madeira para agredi-lo e, para se defender, pegou uma faca da cozinha e começou a esfaquear o idoso.

Lucas disse que foram pelo menos cinco facadas. Segundo exames preliminares da perícia, a vítima foi atingida na região do pescoço e tronco.

A PM e a perícia estiveram na casa e encontraram o corpo de Antônio em cima da cama enrolado em um lençol. Lucas contou que esfaqueou o idoso na cozinha, mas levou o corpo para cama e o enrolou no lençol para que a noiva não descobrisse o crime.

A mulher saiu de casa para ir à maternidade sem perceber que o padrasto estava morto. O suspeito também contou que jogou a faca utilizada no crime pela janela do ônibus quando o casal seguia para maternidade em Lins.

Lucas foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. A Polícia Civil encaminhou para a Justiça o pedido de prisão preventiva do suspeito.

Fonte: G1

Scroll Up