Homem é preso por instalar câmeras e filmar milhares de pessoas em banheiros de bares e cafeterias

Um homem de 38 anos foi preso, em Londres, na Inglaterra, acusado de instalar câmeras em banheiros de bares, cafeterias e do escritório em que trabalhava, filmando secretamente cerca de 3,5 mil pessoas sem autorização. George Thomas, executivo da multinacional Ernst & Young, armazenava os vídeos e fotos em seu computador corporativo, devidamente rastreado pela polícia, que afirma, oficialmente, ser este o maior caso de voyeurismo de que se tem notícia na Inglaterra.

Segundo informações publicadas pelo jornal “The Independent”, George teria compilado seu material entre janeiro de 2009 e abril deste ano. Em entrevista ao veículo, um funcionário da Ernst & Young comentou: “Eu me senti fisicamente doente quando eu descobri. Estou preocupado com meus amigos que foram filmados e estou decepcionado com a minha empresa por não perceber por quase seis anos”.

Casado e pai de uma criança de um ano, George tinha em seu “acervo” imagens de menores de idade. Réu confesso, o executivo afirmou à polícia que usava vídeos e fotos para prazer pessoal. Sua pena pode chegar a quatro anos de detenção.

Fonte: Extra

Scroll Up