Hackers expõem informações pessoais de moradores de cidade suíça

Uma cidadezinha suíça admitiu nesta quarta-feira (25) ter subestimado a gravidade de um recente ataque cibernético, após tomar conhecimento pela imprensa de que os dados de todos os seus moradores foram expostos on-line.

A pitoresca localidade de Rolle, às margens do lago Genebra, admitiu na semana passada ter sido vítima de um ataque de “ransomeware” (sequestro cibernético de dados) e que a informação em alguns servidores administrativos ficou exposta.

O governo municipal da cidade, de 5.400 habitantes, disse inicialmente que a ação afetou apenas uma pequena quantidade de dados e que tinha backup de toda a informação.

No entanto, uma investigação publicada nesta quarta-feira pelo jornal Le Temps revelou que o ataque, detectado pela primeira vez em 30 de maio, na verdade foi “maciço”.

O jornal citou um especialista não identificado em cibersegurança na darkweb que disse ter levado apenas 30 minutos para acessar milhares de documentos municipais de Rolle.

O periódico destacou que os documentos “são pessoais e extraordinariamente sensíveis”.

A prefeitura admitiu na noite de quarta-feira, em um comunicado, que “subestimou a gravidade do ataque (e) os usos potenciais dos dados”.

Disse que “admite com humildade certa ingenuidade em lidar com a darkweb e os ataques de malwares”, e que criou um grupo de trabalho para enfrentar a situação.

Não foi informada qual tipo de informação foi exposta, mas o Le Temps publicou que seus jornalistas viram folhas de cálculo com dados de todos os moradores, incluindo nomes, endereços, datas de nascimento, números de identidade ou permissões de residência e em alguns casos, afiliação religiosa.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up