Guatemala oferece assistência a homem que viajou aos EUA escondido em trem de pouso

Um cidadão da Guatemala que foi detido no sábado (27), nos Estados Unidos, após chegar a Miami escondido no trem de pouso de um avião, está recebendo assistência da chancelaria guatemalteca, informou nesta segunda-feira (29) o governo do país centro-americano.

“O Consulado Geral da Guatemala em Miami, Estados Unidos, oferece assistência e proteção a um cidadão nacional que, em 27 de novembro, entrou clandestinamente por via aérea nesse país, escondido no trem de pouso de um avião”, assinalou o Ministério das Relações Exteriores da Guatemala em comunicado.

“A Missão Consular fez contato com as autoridades do Aeroporto Internacional de Miami para fazer consultas sobre a pessoa citada, e confirmou-se que é um adulto de nacionalidade guatemalteca, que está bem de saúde”, acrescentou o ministério.

Contudo, a chancelaria guatemalteca não divulgou a identidade do homem, nem a região do país da qual ele é oriundo.

As autoridades fronteiriças dos EUA informaram no sábado que um homem de 26 anos chegou ao terminal aéreo escondido no compartimento do trem de pouso de um avião procedente da Guatemala.

O voo da companhia American Airlines, que partiu do aeroporto La Aurora, que atende a capital guatemalteca e é o único internacional do país, durou quase três horas, um período no qual o homem ficou exposto ao frio extremo e correu risco de cair de grande altura.

“O Consulado Geral da Guatemala em Miami continuará em contato com as autoridades migratórias que mantêm o cidadão nacional sob custódia; dará seguimento a seu processo migratório nesse país e efetuará as visitas consulares para oferecer a assistência e proteção necessárias”, afirmou o governo centro-americano.

Por outro lado, a Diretoria Geral de Aviação Civil de Guatemala (DGAC), que é responsável por administrar o aeroporto La Aurora, não quis comentar sobre o caso pois iniciou uma investigação “para esclarecer o ocorrido”.

Fonte: Yahoo!