Governos matam especialistas em OVNIs, diz teoria

Duas mortes recentes de pesquisadores de OVNIs reacenderam uma teoria da conspiração de que agências do governo estão assassinando especialistas em alienígenas e atividades paranormais.

A teoria existe há décadas, com alguns de seus apoiadores afirmando que centenas de pesquisadores já foram mortos.

Alguns até acreditam que John F. Kennedy foi assassinado por agentes governamentais com o objetivo de impedir que ele revelasse a verdade sobre os alienígenas.

A primeira das últimas duas vítimas é o investigador de OVNIs Gaurav Tiwari, encontrado morto na Índia supostamente sob “circunstâncias misteriosas”. No entanto, as autoridades locais estão tratando o caso como um suicídio.

A segunda vítima é Max Spiers, pesquisador paranormal que afirmava ser parte de um programa secreto de “super-soldados” do governo. Ele morreu este mês na Polônia.

A causa da sua morte ainda não foi confirmada, mas algumas pessoas que comentaram o caso no YouTube acreditam que foi um assassinato.

Muitos fãs de teorias da conspiração estão convencidos de que os governos mundiais estão assassinando sistematicamente pesquisadores de OVNIs para esconder a verdade.

O blog Expolotics disse: “Eu nunca conheci Max, mas conheci outros denunciantes corajosos. Um deles, que estava conectado com os líderes de elite, disse que o maior elogio dos Illuminati é quando você é morto, pois mostra que você está fazendo um bom trabalho e é uma ameaça para eles e seus objetivos.”

Nigel Watson, autor do UFO Investigations Manual (um manual de investigação de OVNIs) disse: “Em 1971 o pesquisador Otto Binder afirmou que pelo menos 137 investigadores de OVNIs haviam morrido sob circunstâncias misteriosas durante a década de 60.”

“De acordo com teorias da conspiração sobre o tema, a CIA matou o Presidente Kennedy pois ele queria compartilhar os segredos sobre os OVNIs com a União Soviética. Além disso, Marilyn Monroe foi supostamente assassinada porque estava falando livremente sobre OVNIs. Na noite antes da sua morte ela havia falado com a colunista de celebridades Dorothy Kilgallen sobre o incidente em Roswell em 1947. Kilgallen acabou morrendo de forma misteriosa em 8 de novembro de 1965.”

“Isso mostra como várias destas mortes podem ser reunidas para apoiar a ideia de que a verdade sobre os OVNIs e as visitas alienígenas estão sendo suprimidas.”

Fonte: Yahoo!

Scroll Up