Governador João Doria recebe primeira dose de vacina CoronaVac contra a Covid-19, em São Paulo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), recebeu a primeira dose da vacina CoronaVac contra a Covid-19 nesta sexta-feira (7).

Nesta última semana, a faixa etária de 60 anos só conseguia encontrar vacinas da Pfizer ou da Aztrazeneca nos postos e drive-thrus da capital paulista. A CoronaVac está em falta e ao menos 32 cidades do estado estão sem o imunizante e suspenderam total ou parcialmente a aplicação da segunda dose.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, até esta quinta-feira (6), a CoronaVac estava sendo aplicada nos postos de São Paulo apenas para pessoas que já estavam na segunda dose.

O Ministério da Saúde informou que 1 milhão de doses da CoronaVac foram repassadas para as unidades da federação para a aplicação da segunda dose. Nesta sexta, o estado de São Paulo recebeu 226 mil doses.

Doria foi vacinado pela primeira pessoa imunizada contra a Covid-19 no Brasil, a enfermeira Mônica Calazans, e se disse honrado. “É um orgulho ser vacinado pela enfermeira do Brasil. Desde a vacina dela em 17 de janeiro nós temos nos correspondido. Gosto da defesa dela da vida e da saúde”, afirmou.

“Todas as vacinas são boas, mas a minha foi Coronavac”, completou.

Ele chegou ao Centro de Saúde I “Doutor Victor Araújo Homem de Mello”, na Rua Ferreira Araújo, em Pinheiros, Zona Oeste da capital paulista, pouco antes das 16h. Doria estava acompanhado da primeira-dama Bia Doria, do secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, e tirou fotos com pessoas que, assim como ele, estavam na fila à espera da vacinação.

No estado, a vacinação para a faixa-etária de Doria, que tem 63 anos, começou a ser feita no dia 29 de abril. Bia Doria, que tem 60 anos, também foi vacinada.

G1 – foto PSDB / SP

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes