Milwaukee Bucks é campeão da NBA depois de 50 anos. Giannis é o herói com 50 pontos

O Milwaukee Bucks é o time da virada, o time de Giannis e o time campeão da NBA em 2021. Na noite desta terça-feira, a estrela grega, de pais nigerianos, conquistou os Estados Unidos e o mundo com 50 pontos, 14 rebotes e 5 tocos, numa atuação digna das grandes lendas do esporte. Os Bucks bateram um valente Phoenix Suns por 105 a 98, e fecharam a virada por 4 a 2 na série, depois de começar perdendo os dois primeiros duelos.

As 18 mil pessoas dentro e 65 mil fora da Fiserv Arena, em Milwaukee, e mais milhões por todo o planeta reverenciam Giannis Antetokounmpo, MVP indiscutível das finais. O astro anotou praticamente metade dos pontos dos Bucks. Jrue Holiday chegou próximo de um triplo duplo, com 12 pontos, 9 rebotes, 11 assistências e 4 roubos de bola. Khris Middleton anotou 17 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 4 roubos. Foram os pilares dos Bucks por toda a temporada, e mais uma vez na final.

Giannis lidera os Bucks para o título — Foto: Jonathan Daniel/Getty Images
Giannis lidera os Bucks para o título — Foto: Jonathan Daniel/Getty Images

Destaques

Bucks
Giannis Antetokounmpo (50 pontos)
Khris Middleton ()
Jrue Holiday ()

Suns
Devin Booker ()
Chris Paul ()
Deandre Ayton ()

Estatísticas decisivas

Pontos no garrafão
Bucks
Suns

Pontos de segunda chance
Bucks
Suns

Rebotes defensivos/ofensivos
Bucks
Suns

Mais de 60 mil pessoas celebram do lado de fora da arena em Milwaukee — Foto: Scott Olson/Getty Images
Mais de 60 mil pessoas celebram do lado de fora da arena em Milwaukee — Foto: Scott Olson/Getty Images

Arremessos de quadra
Bucks (%)
Suns (%)

Arremessos de três
Bucks (%)
Suns (%)

Lances livres
Bucks (%)
Suns (%)

O jogo

Primeiro período – Bucks 29 a 16: Num jogo decisivo, a tensão provocou numerosos turnovers no início, com baixo aproveitamento de arremessos. Phoenix anotou apenas 5 pontos nos primeiros 6 minutos. No total, foram 7 cestas em 24 tentativas de quadra, 2 de 9 do perímetro. Milwaukee se organizou primeiro, na metade do período, e abriu vantagem. Foram 10 pontos de Giannis Antetokounmpo. O domínio dos Bucks no garrafão era claro: 22 rebotes a 8 e 14 pontos a 6 na área pintada. Foi o período de menor pontuação dos Suns nestes playoffs.

Segundo período – Suns 31 a 13: No início da segunda parcial, Phoenix conseguiu sequência de 10 pontos sem resposta, com a energia de Payne e Cam Johnson. Na sequência, Chris Paul liderou o time para a virada. Anotou 10 no período, 8 deles com seu arremesso de meia distância de assinatura. Os Suns melhoraram em eficiência nos chutes e nos pontos no garrafão – 14 a 6 na parcial, 20 a 20 no primeiro tempo. Booker andava quieto, com apenas 4 pontos em 2 de 8 de quadra. Do outro lado, Giannis anotou mais 7, total de 17. Mas Middleton e Holiday terminaram com 4 de 19 de quadra somados. Placar favorável aos Suns no intervalo: 47 a 42.

Terceiro período – Bucks 35 a 30: Um atropelo de Giannis, com 20 pontos em 6 de 11 tentativas de quadra. Sozinho, ele tinha 37 pontos no total. Todo o resto do time somado anotou 40. Nos primeiros três quartos, cobrou 13 lances livres e acertou 12. Do outro lado, Devin Booker acordou no jogo e anotou 11 pontos na parcial, mantendo vivo o sonho de Phoenix. Ayton deixou a quadra com quatro faltas restando quatro minutos, mas Frank Kaminsky deu conta do recado. Placar empatado em 77 no início do último quarto.

Quarto período – Bucks 28 a 21:

Agenda

Jogo 1 (6/7) – Phoenix 118 x 105 Milwaukee
Jogo 2 (8/7) – Phoenix 118 x 108 Milwaukee
Jogo 3 (11/7) – Milwaukee 120 x 100 Phoenix
Jogo 4 (14/7) – Milwaukee 109 x 103 Phoenix
Jogo 5 (17/7) – Phoenix 119 x 123 Milwaukee
Jogo 6 (20/7) – Milwaukee 105 x 98 Phoenix

GloboEsporte