Geisa Oliveira, ex-pivô da seleção de basquete, morre aos 42 anos

Geisa Oliveira, tetracampeã brasileira e com passagens pela seleção, morreu nesta sexta-feira, vítima de uma parada cardiorrespiratória aos 42 anos. A ex-pivô, que atuava como representante da Liga de Basquete Feminino nos últimos anos, estava grávida de três meses do primeiro filho, de acordo com a entidade. Ela morava com o marido em Campinas, onde foi velada e enterrada.

– Vai fazer muita falta. Tive a oportunidade de trabalhar com ela como jogadora em Americana e como representante na LBF. Uma pessoa do bem que nos deixa. Meus sentimentos à família – declarou Ricardo Molina, presidente da LBF.

Geisa Oliveira morre aos 42 anos — Foto: Divulgação
Geisa Oliveira morre aos 42 anos (Foto: Divulgação)

Geisa nasceu em São Paulo, em 1979. Ela começou a carreira aos 12 anos, no Clube de Regatas Tietê. Seguiu para Campinas, onde fez a base pela Ponte Preta e Microcamp. Em 1997, aos 18 anos, integrou o elenco do Americana, onde foi campeã nacional pela primeira vez. Lá, repetiria o feito em 2003, como protagonista. Geisa também conquistou o troféu jogando pelo Vasco da Gama, em 2001, e por Ourinhos-SP, em 2006.

A pivô de 1,89m também vestiu a camisa da seleção brasileira. Por anos, atuou no basquete europeu, com passagens por Espanha, Itália e Hungria. Retornou ao país em 2012 e disputou a LBF no ano seguinte por São José dos Campos. Na LBF 2019, atuou como representante oficial da liga em jogos nas cidades de Campinas, Itu e Sorocaba, no interior paulista.

Nas redes sociais, Geisa foi homenageada por jogadoras como Damiris, Clarissa e Érica.

Fonte: G1

Últimas

Streaming faz com que o sertanejo e os artistas nacionais ganhem espaço no cenário musical

25 out 2021

Os anos 2000 foram marcados pelo sucesso do rock e também da música pop. Alguns artistas...

Categorias

Scroll Up