Gangue rouba cadáver de túmulo para realizar um ‘casamento do além’

Você pode ter ouvido falar dos mais diferentes tipos de roubo, inclusive alguns envolvendo mortos. Mas nenhum é tão bizarro quanto o que tem acontecido na China.

Uma gangue foi localizada e presa pela polícia chinesa por um motivo nada usual: roubar cadáveres. E não, eles não roubavam pertences enterrados com os mortos. Os criminosos levavam os corpos inteiros.

As vítimas da gangue eram predominantemente mulheres e tinham um destino definido. Os ladrões levavam o cadáver até outro túmulo para realizar um “casamento espiritual”.

A cerimônia em questão é uma prática bastante comum em algum lugares da China. Nela, que também é chamada de “casamento do além”, homens que morreram solteiros têm a “oportunidade” de se casar.

O procedimento acontece por conta de uma superstição local. Os chineses acreditam que a família de mortos solteiros terão má sorte a partir do momento da morte. Por isso, encomendam esse tipo de cerimônia.

O roubo dos cadáveres, então, torna-se um negócio lucrativo. A informação é de que um morto que possa participar desse tipo de cerimônia possa valer até R$ 15 mil no mercado negro chinês, o que tem incentivado bastante esse tipo de crime.

O maior problema, porém, é que algumas gangues não se contentam em destruir cemitérios. Em 2012, por exemplo, uma grávida foi morta esfaqueada e seu corpo foi utilizado nesse tipo de cerimônia, em caso que chocou todo o país.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up