Gabriel Constantino e Rafael Pereira ficam fora da final dos 110m com barreiras

Os brasileiros Gabriel Constantino e Rafael Pereira estão fora da final dos 110m com barreiras dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Na noite desta terça (manhã de quarta em Tóquio), os dois não passaram das suas respectivas baterias de semifinal. Gabriel terminou em oitavo na bateria 1 com o tempo de 13s89. Já Rafael fez 13s62 e ficou em sexto na bateria 3. O Brasil também foi representado na sessão matinal por Felipe dos Santos, no decatlo. A prova ainda está em andamento e ele ocupa a nona colocação até o momento.

Gabriel Constantino após a semifinal dos 110m com barreiras  — Foto: Abbie Parr/Getty Images
Gabriel Constantino após a semifinal dos 110m com barreiras (Foto: Reprodução)

Depois de avançar na eliminatória no dia anterior, Gabriel teve dificuldades para competir bem na noite desta terça. Sentindo uma lesão na coxa esquerda, ele acabou em último em bateria vencida pelo jamaicano Ronald Levy, com o tempo de 13s23.

– Senti a coxa esquerda. Conversei com o departamento médico do COB antes e decidi vir aqui competir mesmo assim, representando o Brasil nessa semifinal olímpica. Deixo a competição de cabeça erguida – disse Gabriel Constantino.

Minutos depois foi a vez de Rafael Pereira entrar na pista para tentar a classificação à final. O brasileiro terminou em sexto em bateria que contou com a presença do americano Grant Holloway, atual campeão mundial, que venceu com 13s13.

Rafael Pereira tenta acompanhar o campeão mundial Grant Holloway — Foto: Lucy Nicholson/Reuters
Rafael Pereira tenta acompanhar o campeão mundial Grant Holloway (Foto: Reprodução)

– Eu não gostei do tempo, foi o meu pior da temporada. Mas não tira nem um pouco a minha felicidade de estar aqui aqui. Especialmente correndo do lado dos caras. Caras que eu via só na internet e agora sou adversário. Estou 1000% feliz – comentou Rafael Pereira.

Fonte: G1

Scroll Up