23 de julho, 2024

Últimas:

França celebra festa nacional com forte mobilização policial

Anúncios

A França celebrou sua festa nacional nesta sexta-feira (14) com um grande dispositivo policial, semanas após a morte de um jovem baleado pela polícia ter provocado várias noites de distúrbios.

Cerca de 70.000 pessoas, entre turistas e parisienses, se reuniram à noite, segundo a prefeitura de Paris, para assistir aos tradicionais concertos e espetáculos de fogos de artifício aos pés da Torre Eiffel.

Anúncios

Florence David veio do oeste da França, como faz todos os anos, para assistir ao espetáculo e, apesar das dúvidas após os distúrbios no final de junho, o fato de “ver muitos gendarmes e policiais” a tranquilizou.

A França teve um início de 2023 tenso, com vários meses de protestos massivos contra uma reforma da Previdência e, em junho, a morte de Nahel, um jovem de 17 anos, por um tiro da polícia que desencadeou nove noites de violência urbana.

Anúncios

Diante do risco de incidentes, as autoridades organizaram um dispositivo de 45.000 policiais e gendarmes a partir da noite de quinta-feira até a madrugada deste sábado.

O presidente francês, Emmanuel Macron (à esq.), e o chefe do Estado-Maior dos Exércitos, Thierry Burkhard, percorrem a avenida dos Champs Elysées, em Paris, pelo 14 de Julho (Foto: Reprodução)

Na manhã desta sexta-feira, o tradicional desfile militar na Avenida Champs-Élysées ocorreu sem problemas, com caças da aviação francesa sobrevoando deixando um rastro de cores azul, branca e vermelha, e com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, como convidado de honra do presidente Emmanuel Macron.

Antes do desfile, o presidente francês percorreu a avenida turística a bordo de um veículo militar, entre aplausos e alguns vaias do público. E, uma vez terminado, ele se misturou com as pessoas.

Na véspera, as festividades da noite de 13 de julho, quando geralmente ocorrem os bailes nas casernas de bombeiros, foram “relativamente tranquilas”, informou o ministro do Interior, Gérald Darmanin.

“As festas populares [daquela noite] puderam acontecer normalmente na França e constatamos menos danos em comparação com 2022”, tuitou.

Um primeiro balanço oficial relatou 218 carros incendiados, em comparação com 326 na mesma noite do ano passado. Quase 100 pessoas foram detidas e três policiais ficaram feridos (34 em 2022).

Fonte: Agências

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios Na manhã desta segunda-feira (22), uma operação policial foi realizada pelos Policiais Civis da Delegacia de Proteção Animal da...

Categorias