França anuncia novo confinamento a partir de sexta-feira para 16 regiões, incluindo Paris

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A França terá, a partir da meia-noite de sexta-feira, seu terceiro confinamento no período de um ano, anunciou nesta quinta-feira (18) o primeiro-ministro Jean Castex (foto). A medida, desta vez menos restritiva, vai atingir 16 departamentos do país, incluindo Paris, e visa conter a terceira onda de Covid-19.

Durante as próximas quatro semanas, apenas lojas que vendam produtos considerados essenciais poderão abrir, mas agora isso inclui livros e música, segundo o primeiro-ministro. Escolas também permanecerão abertas, mas recebendo 50% dos alunos de cada vez. Atividades extracurriculares para menores serão autorizadas.

As pessoas poderão circular dentro de um limite de 10 km, com um certificado, porém sem limite de tempo. Mas as viagens inter-regionais serão proibidas, exceto por motivos profissionais e convincentes.

O horário de início do toque de recolher foi alterado das 18 horas para as 19 horas de sábado para todos os departamentos.

O primeiro-ministro pediu ainda que as empresas ampliem o esquema de trabalho à distância que, segundo ele, está longe de atingir a meta ideal de quatro dias por semana.

“Não são boas notícias e conheço o cansaço de vocês (…) à medida que a crise perdura”, disse Castex, que afirmou que as medidas anunciadas são “justas e equilibradas”. Ele acrescentou que, caso haja um rápido progresso, o tempo de duração do confinamento poderá ser reduzido.

“A progressão da epidemia está se acelerando acentuadamente”, disse ainda Castex, que citou 38 mil novos casos registrados na quarta-feira e 35 mil nesta quinta. Segundo ele, três quartos das novas contaminações são atribuídas à variante britânica, considerada mais contagiosa. “A situação está se deteriorando”, justificou.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes