Fotos de atentado em Botucatu no ano passado circulam em posts como se fossem de assalto em Criciúma

Não foram registradas em Criciúma (SC) grande parte das fotos que compõem uma galeria que vem sendo compartilhada nas redes sociais como se fossem registros do assalto a uma agência do Banco do Brasil na madrugada desta terça-feira (1º). Das 13 imagens, ao menos seis delas foram tiradas em outras situações. Uma delas, que mostra destroços de um helicóptero, sequer é um registro de um crime.

Logo após o assalto à agência do Banco do Brasil em Criciúma (SC) entre a noite de segunda-feira (30) e a madrugada desta terça-feira (1º), passou a circular nas redes sociais uma galeria de 13 fotos que supostamente mostram registros do crime. O assalto, que chamou a atenção pela violência extrema dos criminosos e pela dimensão do ataque, teve troca de tiros, veículos incendiados e até civis que foram feitos de reféns. Algumas imagens da peça de fato mostram cenas desse caso, mas outras são de assaltos antigos.

Conforme verificado pelo Aos Fatos por meio de busca reversa, 6 das 13 imagens que compõem a galeria não foram registradas durante ou após o assalto na cidade catarinense.

A primeira imagem descontextualizada mostra um homem armado e vestindo máscara e capacete andando na rua. O registro, na verdade, é de dezembro de 2019, quando uma quadrilha assaltou uma agência bancária da Caixa em Botucatu, no interior de São Paulo. O crime foi registrado por uma câmera de segurança do local.

Por Aos Fatos.org