Fora de casa, Sesi-Bauru vence o Brasília e segue na terceira colocação da Superliga feminina

O Sesi-Bauru venceu o Brasília por 3 sets a 1 (parciais de 25/19, 25/22, 20/25 e 25/20), na noite desta terça-feira, no ginásio do Sesi Taguatinga, em Brasília, em partida válida pelo returno da fase de classificação da Superliga feminina

Apesar da derrota, a equipe da capital teve a maior pontuadora do jogo, a oposta Arianne, com 28. Pelo time paulista, a maior pontuadora foi a ponteira Thaisinha, que também levou o troféu Viva Vôlei, de melhor jogadora da partida.

i
O Sesi-Bauru venceu o Brasília e se garantiu na terceira colocação da Superliga feminina por mais uma rodada (Foto: Diego Pereira/Curitiba Vôlei)

Com a vitória, o Sesi-Bauru vai a 42 pontos e se garante na terceira colocação por mais uma rodada. O Brasília é o nono colocado com 16 pontos.

As duas equipes voltam à quadra somente na sexta-feira da semana que vem. Às 18h30, o Brasília visita o Osasco, no ginásio José Liberatti, em Osasco. Às 21h é a vez do Sesi-Bauru receber o Minas, no ginásio Altos da Cidade, em Bauru.

O jogo

Cometendo muitos erros, as donas da casa começaram a partida perdendo por 4 a 0. Depois de um pedido de tempo de Rogério Portela, o time da capital federal reagiu e marcou seus primeiros pontos, mas viu as visitantes aumentarem a vantagem na metade do set, chegando a 12 a 6. O técnico do Brasília voltou a pedir tempo para tentar ajustar a equipe, mas não funcionou e o Sesi-Bauru seguiu aumentando a diferença, colocando 10 pontos de frente. As donas da casa, porém, reagiram e cortaram a diferença pela metade, mas não conseguiram impedir a vitória bauruense por 25 a 19.

O Brasília voltou mais ligado para o segundo quarto e chegou a abrir 5 a 2 aproveitando-se de três erros adversários. O Sesi-Bauru, porém, logo equilibrou as ações e empatou, deixando a partida disputada ponto a ponto. A partir da metade do período, as brasilienses engataram uma boa sequência e recolocaram três de vantagem, abrindo 14 a 11. Rubinho, então, pediu tempo para orientar as jogadoras. O time paulista buscou o empate e conseguiu virar com um ace de Mayany na reta final. A partir daí, brilhou a estrela de Thaisinha que, bem municiada por Dani Lins anotou quatro pontos e ajudou a equipe a vencer o set por 25 a 22 e abrir 2 a 0.

O terceiro período começou lá e cá. Mais uma vez, quem desgarrou primeiro no placar foi o Brasília, que conseguiu colocar dois de frente ao chegar a oito pontos. Aproveitando-se do mau momento do adversário, o time da casa dobrou a margem e seguiu ampliando. Muito mais concentrado em quadra, o Brasília chegou a colocar 16 a 10 e deixou a vitória no set muito bem encaminhada. No fim, as brasilienses aumentaram a diferença, mas sofreram cinco pontos seguidos. Ainda assim, conseguiram matar o set (25 a 20) e voltar para o jogo.

Disposto a fechar o mais rápido possível, o Sesi-Bauru voltou mais ligado para o quarto período e rapidamente abriu 4 a 1. O Brasília se restabeleceu e deixou a disputa mais equilibrada e foi buscar o empate em 10 a 10. A equipe paulista voltou a errar muito, principalmente nas recepções, e permitiu que as donas da casa não apenas virassem, mas abrissem dois pontos de frente. A reta final do set foi equilibrada, marcada por empates no placar, mas o bloqueio do Sesi-Bauru prevaleceu e sobressaiu aos ataques do Brasília até fechar o período por 25 a 20 e o jogo por 3 a 1.

Fonte: G1