23 de julho, 2024

Últimas:

Flamengo perde a Recopa Sul-Americana para o Del Valle nos pênaltis

Anúncios

O Flamengo perdeu o título da Recopa Sul-Americana na noite desta terça-feira, no Maracanã. Diante de mais de 70 mil torcedores, o time rubro-negro sofreu para ganhar por 1 a 0 no tempo normal, mas acabou derrotado nos pênaltis por 5 a 4 pelo Independiente del Valle.

O revés diante do adversário equatoriano mantém o jejum do Flamengo sob o comando do técnico português Vítor Pereira. Antes de perder a decisão da Recopa, a equipe rubro-negra caiu diante do Palmeiras na Supercopa do Brasil e ficou no terceiro lugar do Mundial de Clubes.

Anúncios

Os cariocas dominaram o primeiro tempo e desperdiçaram boas chances. Thiago Maia e Ayrton Lucas chegaram a acertar a trave. Na etapa final, o Del Valle segurou o Flamengo até os acréscimos, quando Arrascaeta marcou o gol da vitória, que levou o duelo para a prorrogação.

No tempo extra, os flamenguistas tiveram postura ofensiva, mas esbarraram na falta de criação. Assim, o duelo foi decidido nos pênaltis. Desta vez, Arrascaeta foi o vilão, desperdiçando a única cobrança entre as dez da disputa.

Anúncios

O Flamengo tentou pressionar nos primeiros minutos, mas só conseguiu criar uma boa chance aos 13. Pedro aproveitou cruzamento, mas cabeceou em cima de Ramírez. Depois, o atacante mandou a bola para a rede, mas o lance foi anulado por impedimento.

Aos poucos, os donos da casa aumentaram a pressão. Gabriel desperdiçou grande chance ao chutar em cima de Caicedo. O Flamengo ainda teve duas boas oportunidades de abrir o placar quando Thiago Maia e Ayrton Lucas acertaram a trave do Del Valle.

No entanto, na parte final, o time equatoriano conseguiu segurar o jogo. A cera deixou os rubro-negros nervosos. O Flamengo só foi voltar a criar pouco antes do intervalo. Primeiro, Varela parou em grande defesa de Ramírez. Depois, Arrascaeta aproveitou cruzamento e cabeceou perto do gol. Só que o placar permaneceu inalterado.

No segundo tempo, o Flamengo manteve a pressão sobre o Del Valle. No entanto, os rubro-negros tinham dificuldade em passar pela marcação equatoriana.

O Del Valle, por sua vez, tentava encaixar os contra-ataques e chegou com perigo aos 24 minutos, com Sornoza. No entanto, o equatoriano chutou fraco, em cima de Santos. Já o Flamengo seguia com problemas no setor ofensivo, sem criar boas chances.

O time da casa só conseguiu chegar com perigo aos 39 minutos. Matheus Gonçalves ganhou do marcador e chutou em cima de Ramírez. O lance animou os rubro-negros, que aumentaram a pressão nos minutos finais. David Luiz teve a oportunidade de marcar, mas cabeceou sobre o travessão. No último lance, os cariocas enfim chegaram ao gol com Arrascaeta, após passe de Everton Cebolinha.

Na prorrogação, os donos da casa mantiveram a posse de bola e a pressão. Só que os rubro-negros continuavam tendo problemas em criar boas chances. O Del Valle parecia cansado e pouco incomodava a zaga carioca. Com isso, a decisão acabou indo para os pênaltis.

Nas penalidades, Arrascaeta, herói do tempo normal, acabou sendo o único a desperdiçar a cobrança entre os dez jogadores. Landazuri, então, converteu a última para o Del Valle, que ficou com o título.

FLAMENGO 1 (4) X 0 (5) INDEPENDIENTE DEL VALLE

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Terça-feira, 28 de fevereiro de 2023
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Andres Matonte (URU)
Assistentes: Nicolas Tarán (URU) e Martin Soppi (URU)
VAR: Andres Cunha (URU)
Renda: R$ 5.693.362,50
Público: 65.739 pagantes
Cartões amarelos: Everton Ribeiro, Vidal, Varela, David Luiz, Mateusão e Thiago Maia (Flamengo); Pellerano, Alcivar, Faravelli e Carabajal (Independiente del Valle)
GOL:
FLAMENGO: Arrascaeta, aos 51min do segundo tempo

FLAMENGO: Santos, Guillermo Varela (Matheuzinho), Fabrício Bruno, David Luiz e Ayrton Lucas (Marinho); Thiago Maia (Everton), Arturo Vidal (Gerson), Everton Ribeiro (Matheus Gonçalves) e De Arrascaeta; Gabriel Barbosa e Pedro (Mateusão)
Técnico: Vítor Pereira

INDEPENDIENTE DEL VALLE: Moisés Ramirez, Mateo Carabajal, Richard Schunke e Augustín Garcia; Matias Fernández (Mercado), Jordy Alcivar (Kevin Rodríguez), Lorenzo Faravelli, Cristian Pellerano (Previtali) e Beder Caicedo (Cortez); Lautaro Díaz (Landazuri) e Junior Sornoza (Hoyos)
Técnico: Martín Anselmi

Fonte: Yahoo!

Talvez te interesse

Últimas

O investimento de US$ 800 milhões em New Jersey impulsiona a expansão global, com instalações de fabricação tecnologicamente avançadas e...

Categorias