Flamengo goleia o São Paulo de virada no Maracanã

Acabou o tabu. Após quatro anos, o Flamengo voltou a vencer o São Paulo. Neste domingo, no Maracanã, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, as duas equipes travaram um grande duelo, mas no segundo tempo os donos da casa cresceram de produção e, em uma tarde iluminada de Bruno Henrique, conquistaram a vitória de virada por 5 a 1. Arboleda abriu o placar para o Tricolor. Bruno Henrique marcou três gols, Gustavo Henrique outro e Welington, contra, fechou a conta.

Com o resultado, o São Paulo voltou à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Em 13 jogos, são apenas duas vitórias, além de cinco vitórias e cinco empates. O Flamengo, por sua vez, chega à quinta colocação, continuando sua escalada rumo à ponta da tabela, hoje ocupada pelo Palmeiras.

O São Paulo agora tenta recolher os cacos e focar no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, contra o Vasco da Gama, no Morumbi. O Flamengo, por sua vez, só entra em campo na quinta-feira, contra o ABC-RN, também pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

as duas equipes fizeram um grande primeiro tempo, bastante equilibrado, mas foi o São Paulo quem começou melhor. Logo aos três minutos os visitantes tiveram a oportunidade de abrir o placar com Vitor Bueno, que experimentou de fora da área, levando perigo à meta de Diego Alves. Pouco depois foi a vez de Miranda completar de cabeça a cobrança de escanteio e ver a bola desviar no goleiro flamenguista, quando saía para tentar afastar, antes de ir para fora.

A pressão do Tricolor não cessava. Aos nove minutos, Vitor Bueno teve a melhor chance do primeiro tempo, mas não conseguiu converter. O atacante recebeu de Marquinhos, dentro da área, dominou a bateu rápido, vendo Diego Alves fazer boa defesa para salvar o Flamengo. A partir de então os donos da casa acordaram. Primeiro, Arrascaeta tentou finalizar na saída de Tiago Volpi, mas o goleiro são-paulino fez a defesa. Mais tarde, Rodrigo Caio cabeceou livre, no segundo pau, mandando para fora.

Aos poucos o Flamengo foi tomando gosto pelo jogo e passou a ameaçar com mais frequência. Aos 27 minutos, Bruno Henrique desceu pela esquerda, invadiu a área e bateu forte, cruzado, forçando a defesa de Tiago Volpi. No minuto seguinte foi a vez de Gabigol bater buscando o canto, só que o goleiro são-paulino estava ligado para ficar com a bola sem dar rebote.

Era toma lá, dá cá no Maracanã. Tentando sair da pressão, o São Paulo voltou a agredir na reta final do primeiro tempo. Primeiro com Marquinhos, que recebeu na direita, levou para o meio e bateu, mas não pegou em cheio na bola, facilitando a vida de Diego Alves. O Flamengo também teve outras oportunidades com Gabigol e Matheuzinho, mas Tiago Volpi não deixou a bola morrer no fundo das redes.

O São Paulo iniciou o segundo tempo da mesma forma que a primeira etapa. Mais ligados, os visitantes chegaram com perigo logo no primeiro minuto com Marquinhos, que invadiu a área e bateu cruzado, forçando Diego Alves a defender com os pés. Logo na sequência, após cobrança de escanteio, Arboleda cabeceou dentro da pequena área e abriu o placar para o Tricolor no Maracanã.

O Flamengo respondeu aos nove minutos com Bruno Henrique, que recebeu dentro da área, dominou com o braço e bateu na saída de Tiago Volpi, deixando tudo igual. Mas, após revisão do VAR, o árbitro anulou o lance.

Em vantagem, o São Paulo mudou sua postura, apostando no contra-ataque para matar o jogo. Com Rigoni e Igor Gomes entrando nas vagas de Vitor Bueno e Rodrigo Nestor, respectivamente, o time ganhou mais velocidade, e a defesa do Flamengo ganhou trabalho redobrado na reta final da partida.

Mas, em uma rápida batida de escanteio, os donos da casa conseguirem empatar o jogo. Bruno Henrique precisou apenas completar o cruzamento rasteiro para deixar tudo igual no Maracanã. Embalado com o gol, o Flamengo passou a pressionar ainda mais o São Paulo e não demorou muito para a virada acontecer. Aos 27 minutos, Bruno Henrique cortou para o meio e bateu colocado, no ângulo, sem chances para Tiago Volpi, que ainda resvalou na bola, mas não evitou o segundo gol rubro-negro.

Não satisfeito, Bruno Henrique ainda marcou o terceiro gol para acabar com qualquer chance de reação do São Paulo. Aos 32 minutos, o atacante subiu mais alto que a marcação no primeiro pau para cabecear no cantinho e deixar a equipe ainda mais confortável na partida.

Mas, antes do apito final, ainda deu tempo de Gustavo Henrique transformar a elástica vitória em goleada e Welington, ao tentar interceptar passe para Michael, jogou contra o próprio gol, encobrindo Tiago Volpi, fechando a traumática tarde o São Paulo no Maracanã.

FLAMENGO 5 X 1 SÃO PAULO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de julho de 2021, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Gols: Arboleda, aos 2 do 2ºT (São Paulo); Bruno Henrique, aos 24, 27 e 32 do do 2ºT, Gustavo Henrique, aos 41 do 2ºT, e Welington (contra), aos 47 do 2ºT (Flamengo)
Cartões amarelos: Filipe Luís, Rodrigo Caio, Willian Arão (Flamengo); Alejandro Kohan, Reinaldo, Welington, Marquinhos, Rigoni, Benítez (São Paulo)
Cartões vermelhos: Márcio Tannure (médico do Flamengo); Alejandro Kohan (preparador físico do São Paulo)

FLAMENGO: Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Diego (Thiago Maia), Arrascaeta (Vitinho) e Éverton Ribeiro (Michael); Bruno Henrique e Gabigol (Pedro).
Técnico: Renato Gaúcho.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Bruno Alves; Igor Vinícius, Liziero, Nestor (Igor Gomes), Sara (Benítez) e Welington; Marquinhos (Pablo) e Vitor Bueno (Rigoni).
Técnico: Hernán Crespo.

Fonte: Yahoo!Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Scroll Up