Flagrante de rinha de galos termina com 17 detidos e 27 animais resgatados em São Pedro

A Polícia Civil deteve 17 pessoas suspeitas de promover rinhas de galos em São Pedro (SP), neste domingo (19). Pelo menos 27 animais foram apreendidos vivos, além de outros três que foram encontrados mortos no local. Oito suspeitos fugiram.

Gaiolas onde galos eram guardados em chácara que promovia rinhas em São Pedro — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Gaiolas onde galos eram guardados em chácara que promovia rinhas em São Pedro (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu em uma chácara na zona rural da cidade. O local onde os galos foram encontrados tinha dois “rings” montados para as brigas.

Chácara onde Polícia Civil encontrou esquema de rinha de galos em São Pedro — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Chácara onde Polícia Civil encontrou esquema de rinha de galos em São Pedro — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Os policiais chegaram ao local após uma denúncia anônima. No momento da abordagem, os homens estavam “confraternizando”. Oito conseguiram fugir a pé e 17 foram detidos pela polícia. Carros e motos dos fugitivos foram apreendidas para tentar identificar os suspeitos.

Local onde galos foram encontrados tinham 'rings' para promover rinhas em São Pedro — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Local onde galos foram encontrados tinham ‘rings’ para promover rinhas em São Pedro (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Alguns dos galos apreendidos estão com machucados e com as esporas cortadas. Os criminosos colocavam um esporão de plástico nos animais para que a briga ficasse mais violenta, segundo os policiais.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Civil e após serem autuados, os homens foram liberados. Ainda não há informações sobre o destino dos animais apreendidos.

Galos encontrados em local onde criminosos promoviam rinhas em São Pedro — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Galos encontrados em local onde criminosos promoviam rinhas em São Pedro (Foto: Divulgação/Polícia Civil)