FBI investiga se mulher furtou laptop do escritório da presidente da Câmara dos EUA para vendê-lo à Rússia

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O FBI investiga se uma mulher que participou da invasão ao Capitólio dos Estados Unidos, no dia 6 de janeiro, furtou um laptop do escritório da presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, para vendê-lo à Rússia.

A informação foi revelada pela CNN nesta segunda-feira (18).

Revista New Yorker divulga novas imagens da invasão do Capitólio
Revista New Yorker divulga novas imagens da invasão do Capitólio (Fotos: Reprodução)

A denúncia foi feita por um informante. Não há confirmação oficial de que um notebook tenha realmente sido levado do escritório de Pelosi.

Já há um mandado de prisão da suspeita, Riley June Williams, que mora na Pensilvânia. Ela apareceu em vídeos dentro do Capitólio –inclusive perto do gabinete de Pelosi.

Um documento do FBI divulgado no domingo afirma que ela havia fugido, mas de acordo com a mídia dos EUA, isso não está claro ainda,

A polícia da cidade de Harrisburg falou com a mãe dela, que disse que a filha havia feito as malas e dito que não voltaria para casa em algumas semanas, sem dar mais informações.

O informante do FBI afirmou que a mulher aparece em um vídeo e que o plano dela é vender o hard drive para o serviço de inteligência da Rússia.

Por enquanto, ela enfrenta a acusação de entrar em um edifício de acesso limitado e baderna dentro do Capitólio.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes