FBI captura foragido depois de quase 50 anos

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um homem que era procurado pelo FBI há quase 50 anos, desde que fugiu da polícia durante o funeral de sua avó, foi recapturado, anunciaram autoridades nesta sexta-feira (13).

Leonard Moses havia sido condenado à prisão perpétua por lançar coquetéis molotov com um grupo durante confrontos que se seguiram ao assassinato de Martin Luther King Jr., em 1968. As bombas incendiaram a casa em Pittsburgh de Mary Amplo, que sofreu queimaduras graves e morreu.

Em 1971, Moses foi autorizado a comparecer ao funeral de sua avó e aproveitou a ocasião para fugir, mudando seu nome para Paul Dickson. Ele trabalhava, pelo menos desde 1999, como farmacêutico viajante no estado de Michigan.

Foto não datada de Leonar Rayne Moses, divulgada pelo FBI — Foto: Handout/FBI/AFP
Foto não datada de Leonar Rayne Moses, divulgada pelo FBI (Fotos: Handout/FBI)

O FBI retomou as buscas ao fugitivo em 2016, voltando a interrogar a família dele e oferecendo uma recompensa pela sua prisão. No começo deste ano, Moses foi preso e interrogado em outra investigação, cujo motivo não foi revelado. Registros legais dão conta de que um homem chamado Paul Dickson, nascido em 1949, foi preso naquele estado em abril, por fraude e por fazer prescrições ilegais de substâncias controladas.

Durante a investigação, as digitais do suspeito foram colhidas e cadastradas no banco de dados da polícia, sendo compatíveis com os registros que o FBI mantinha sobre Moses, que acabou sendo preso na quinta-feira em sua residência, localizada em Grand Blanc, Michigan, de onde será transferido para a Pensilvânia.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes