Exército abre inquérito para apurar morte de jovem de 18 anos após bateria de exercícios

O Exército informou que abriu um Inquérito Policial Militar para apurar a morte de Pedro Henrique Pereira dos Santos, de 18 anos.

Formado na Polícia do Exército, o soldado morreu na quinta-feira (10) após passar mal durante uma bateria de exercícios.

Em nota enviada neste sábado, a Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML) disse que “lamenta profundamente a morte do militar e está prestando toda a assistência necessária à família”.

Ainda segundo o texto, o soldado se sentiu mal e foi “prontamente atendido pelo médico do quartel”. “Em seguida, ele foi levado para o Hospital Central do Exército e, devido a complicações, veio a óbito”, diz a nota.

Família cobra respostas

A família pede respostas sobre o que aconteceu. Um primo de Pedro Henrique, Cleiton, contou que a família foi avisada durante a noite, poucos dias depois da formatura de Pedro, na segunda-feira (7).

“Pediram para a gente se encaminhar para o hospital, porque ele tinha passado mal e que a situação dele era delicada”, contou. O quadro era de desidratação grave.

“Falaram que ele estava desidratado, em estado grave. Ele estava há duas semanas sem ir em casa. Segunda-feira foi a formatura dele, ele estava bem”, relatou.

Segundo Cleiton, não houve exames prévios antes de entrar no curso da Polícia do Exército.

“Quando ele entrou, ele não fez nenhum tipo de exame. Para levar a pessoa à exaustão física, você tem que saber se a pessoa tem algum problema. Isso é responsabilidade do quartel. A gente quer essa resposta”, finalizou.

O que diz o Exército

Procurado, o Exército informou, no sábado (12), que o soldado se sentiu mal e foi “prontamente atendido pelo médico do quartel” e que um Inquérito Policial Militar foi aberto para apurar o caso.

“Em seguida, ele foi levado para o Hospital Central do Exército e, devido a complicações, veio a óbito (…) O CML lamenta profundamente a morte do militar e está prestando toda a assistência necessária à família”, diz o texto enviado pela Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML).

Morto em unidade do Exército, Pedro tinha 18 anos.  — Foto: Reprodução/TV Globo
Morto em unidade do Exército, Pedro tinha 18 anos. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Fonte: G1