Ex-namorada de Latino vai à Justiça para parar de ser chamada de ‘ex do Latino’ e perde

Jéssica Rodrigues, conhecida como Jéssica Brankka, entrou na Justiça para parar de ser chamada de ‘ex-namorada do Latino’.

A modelo e personal trainer não queria ser associada ao cantor, mas apesar do apelo, o juiz não deu a causa a ela e a modelo perdeu o processo.

Após 2 anos e 4 meses de relacionamento de idas e vindas, Jéssica tenta reconstruir a vida fora da mídia. Segundo Leo Dias, Jéssica define o noivado como uma “relação transtornada, regada de brigas excessivas, ciúmes, inseguranças, dependência emocional e profissional da requerente em relação a Latino”.

A modelo alega que as lembranças do passado provocam desgaste emocional e por isso, deve ser desvinculada do artista. Brankka se irritou ao acessar a internet e ver que o nome dela era vinculado a Latino. Ela relatou ter sido rejeitada em trabalhos por conta disso.

Mesmo assim, o juiz entendeu que o pedido da personal não condizia com a urgência necessária para o processo e a liminar foi negada. Após a derrota, Jéssica desistiu da ação.

Relembre o relacionamento

O noivado entre o casal terminou em julho de 2019, após crises de ciúmes de Latino. Porém, o casal havia terminado e voltado diversas vezes antes do término oficial.

Logo após a separação, Latino procurou terapeuta de casais em busca de ajuda profissional e frequentou cultos para lidar com o lado espiritual. Jéssica, por sua vez, partiu para Ibiza, na Espanha.

Scroll Up