Ex-namorada de Jeffrey Epstein nega acusações sobre envolvimento com tráfico e abuso de menores

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A britânica Ghislaine Maxwell, ex-namorada do bilionário americano Jeffrey Epstein, negou ter aliciado menores de idade e disse não ter visto que ele cometeu abusos. Segundo ela, as denúncias apresentadas por Virginia Giuffre contra o magnata são “mentirosas”.

As declarações fazem parte do depoimento de 2016 cuja transcrição foi divulgada nesta quinta-feira (22) pela Justiça dos Estados Unidos. Epstein morreu em julho do ano passado enquanto aguardava julgamento por tráfico sexual de menores.

Ainda segundo o depoimento, Maxwell chamou o príncipe Andrew, um dos filhos da Rainha Elizabeth II, de “mentiroso” e negou que Epstein tenha apresentado menores de idade a ele.

Giuffre disse que foi traficada ao Reino Unido aos 17 anos para manter relações com o príncipe Andrew — que também nega as acusações. Segundo a denunciante, Maxwell e Epstein comandavam um esquema de recrutamento e abuso de menores.

Presa desde fevereiro, Maxwell tentava impedir a divulgação do documento produzido durante uma investigação de 2015, em que uma das jovens supostamente abusadas pelo empresário o denunciava pelo crime. O caso foi considerado encerrado em 2017.

Maxwell, de 58 anos, também é acusada de seis crimes relacionados ao tráfico sexual de menores. Ela nega todas as acusações.

Ghislaine Maxwell e Jeffrey Epstein — Foto: AFP; Reuters
Ghislaine Maxwell e Jeffrey Epstein (Fotos: Reprodução)

O documento liberado pela Justiça norte-americana tem cerca de 400 páginas de depoimento. Segundo a agência de notícias Reuters, na transcrição, a empresária negou ter presenciado qualquer “atividade imprópria” do seu ex-namorado.

“Eu não posso testemunhar pelo que o Jeffrey fez ou não fez”, disse Maxwell ao juíz. “Eu só posso testemunhar sobre aquilo que eu sei.”

Acusada por recrutar meninas

Ghislaine foi acusada por seis crimes entre eles o recrutamento de meninas –uma delas de 14 anos– para satisfazer os desejos de Epstein e seus amigos ricos e poderosos.

A ex-namorada de Epstein também é acusada de participar de alguns destes abusos e de ter mentido para a Justiça sob juramento. Caso seja considerada culpada, ela pode pegar até 35 anos de prisão.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes