Ex-agente é condenado por ser conivente com estuprador ser violentado na cadeia

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (6), no bairro Passo D’Areia, Zona Norte de Porto Alegre, um ex-agente penitenciário condenado por crime de atentado violento ao pudor. De acordo com o delegado Arthur Raldi, o homem de 61 anos foi condenado em 2005, mas recorreu em liberdade.

Segundo a polícia, em 1992, um músico preso por estuprar uma menina de seis anos foi abusado sexualmente por vários detentos.

“O homem preso hoje, junto com outro agente penitenciário, foi conivente com este abuso. Na época, o músico foi transferido para o Instituto Psiquiátrico Forense e se suicidou”, disse o delegado.

O ex-agente foi condenado a cumprir pena de 10 anos e seis meses de reclusão.

Fonte: G1

Scroll Up