13 de junho, 2024

Últimas:

EUA pede pena de morte para jihadista que matou oito pessoas em Nova York

Anúncios

Promotores americanos argumentaram nesta segunda-feira (13) que Sayfullo Saipov, um uzbeque que matou oito pessoas em Nova York há seis anos, deveria ser executado, apesar da oposição à pena de morte por parte do presidente Joe Biden.

Desde que o democrata assumiu a Casa Branca, esta é a primeira vez que o Departamento de Justiça busca a pena de morte para um condenado.

Anúncios

Apesar de o governo Biden ter decretado uma moratória para todas as execuções federais, se Saipov receber a sentença, poderá ser executado durante uma nova presidência.

Os mesmos 12 jurados que condenaram Saipov no mês passado por assassinato e terrorismo retornaram hoje ao tribunal para ouvir os argumentos na audiência de abertura para decidir sua sentença. “Pediremos a imposição da pena de morte. Não porque seja fácil, e sim porque é a pena adequada neste caso”, disse a promotora Amanda Houle.

Anúncios

No dia de Halloween de 2017, Sayfullo Saipov lançou o veículo que dirigia contra as pessoas que estavam na ciclovia que passa ao longo das margens do rio Hudson, no sul de Manhattan, deixando pelo caminho vários feridos e oito mortos, entre eles cinco argentinos e um belga. Esse foi o atentado mais letal em Nova York desde o de 11 de setembro de 2001.

Saipov disse que agiu em nome do grupo jihadista Estado Islâmico. O júri terá que chegar a uma decisão unânime, da qual Saipov poderá recorrer.

A maioria das execuções nos Estados Unidos é realizada pelos estados, e não pelo governo federal. Nova York aboliu a pena de morte em nível estadual, e sua última execução foi em 1963.

Fonte: Yahoo!

Talvez te interesse

Últimas

The Economic Development Bureau of the Guangdong-Macao In-Depth Cooperation Zone em Hengqin...

Categorias