EUA fazem ataques aéreos contra milícias apoiadas pelo Irã na Síria e no Iraque

O Pentágono informou neste domingo (27) que os Estados Unidos lançaram ataques aéreos a depósitos de armas no Iraque e na Síria. De acordo com o governo americano, essas instalações são controladas por milícias apoiadas pelo governo do Irã.

Até a última atualização desta reportagem, não se sabia se os ataques chegaram a atingir pessoas que estivessem nesses alvos. Uma organização não governamental que atua na região disse à agência France Presse que cinco milicianos morreram, mas nenhuma fonte oficial confirmou. O governo iraniano não se pronunciou.

Em nota, o Pentágono disse que as ações foram feitas para “proteger funcionários americanos”. Ou seja, foi uma retaliação a recentes disparos contra áreas protegidas de cidades como Bagdá, capital do Iraque que abriga diplomatas americanos e de outros aliados dos EUA.

Nova tensão com o Irã

Ebrahim Raisi, o candidato ultraconservador que é favorito na eleição presidencial iraniana, acena após votar em Teerã, capital do Irã, em 18 de junho de 2021 — Foto: Majid Asgaripour/Wana (West Asia News Agency) via Reuters
Ebrahim Raisi, o candidato ultraconservador que é favorito na eleição presidencial iraniana, acena após votar em Teerã, capital do Irã, em 18 de junho de 2021 (Fotos: Reprodução)

A ação militar, uma das primeiras do tipo desde a posse de Joe Biden como presidente dos EUA, ocorre em um momento de recrudescimento das tensões com o Irã. Na semana passada, o governo americano tirou do ar sites ligados ao regime iraniano acusados de espalhar desinformação.

Além disso, em mais um sinal de que as hostilidades continuarão, o novo presidente eleito do Irã, Ebrahim Raisi, disse que não pretende se encontrar com Biden e colocou mais exigências para voltar a discutir um pacto nuclear com o Ocidente.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up