EUA estão ‘fracassando’ na luta contra a covid-19, afirma alto funcionário da saúde

Os Estados Unidos “estão fracassando” na luta contra a pandemia de covid-19, alertou um alto funcionário de saúde pública neste domingo (8), em um momento em que o país registra os níveis mais altos de infecções em seis meses.

“Nunca deveríamos ter chegado onde estamos”, disse Francis Collins, diretor dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH), no programa This Week da ABC. “Sim, estamos falhando.”

O aumento da presença da variante Delta do vírus, altamente transmissível, fez com que o total de novos casos diários chegasse a 118 mil, seu maior nível desde fevereiro. Além disso, as mortes aumentaram em 89% nas últimas duas semanas e os hospitais infantis em estados como a Flórida se viram “sobrecarregados” à medida que os mais jovens são cada vez mais afetados.

Os temores sobre essa cepa levaram ao aumento das taxas de vacinação. Ainda assim, milhões de pessoas, especialmente nas áreas de maioria conservadora, permanecem céticas, apesar dos estudos que confirmam a segurança das vacinas.

“Não estaríamos onde estamos com este aumento da Delta se tivéssemos sido mais eficazes na vacinação de todos”, afirmou Collins. “Agora estamos pagando um preço terrível.”

Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, destacou, em comentários à NBC, a potencial aprovação final das principais vacinas pela FDA, a agência federal de medicamentos, este mês.

Mas os menores de 12 anos ainda não são elegíveis para a imunização, e Collins disse que o número de crianças hospitalizadas com covid-19 está agora em um recorde de 1.450.

Ele também alertou que, se as crianças que voltam a estudar presencialmente não forem obrigadas a usar máscaras, “esse vírus se espalhará mais amplamente”.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) tuitaram neste domingo que mesmo crianças assintomáticas podem transmitir o coronavírus e defenderam o uso de máscaras “em ambientes fechados, incluindo as escolas”.

O secretário de Educação, Miguel Cardona, exortou na CBS neste domingo as escolas, muitas das quais têm clínicas de vacinação gratuitas, a “deixarem os líderes educacionais liderarem”.

Na Flórida, um dos estados mais afetados pelo aumento de casos, o governador Ron DeSantis desencadeou protestos furiosos ao proibir distritos escolares de exigirem o uso de máscaras.

Então, o Departamento de Saúde da Flórida autorizou na sexta-feira as instituições de ensino a exigirem o uso das máscaras em suas instalações. Porém, na tentativa de satisfazer a todos, também deu aos alunos permissão para ignorar essa obrigação se seus pais assim quiserem.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up