EUA esperam que retirada de rebeldes do Tigré ‘abra a porta’ para a diplomacia

Os Estados Unidos disseram nesta segunda-feira (20) esperar que a retirada anunciada pelos rebeldes da região do Tigré, no norte da Etiópia, “abra a porta” para a diplomacia pôr fim ao conflito.

“Se virmos que as forças do Tigré realmente se retiraram, é algo que saudamos” e “esperamos que isso abra as portas a uma diplomacia mais ampla”, declarou o porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Ned Price.

O Departamento de Estado não conseguiu confirmar a retirada da área da Frente de Libertação do Povo Tigré (TPLF), que avançou nos últimos meses sobre as regiões vizinhas de Amhara e Afar.

“Estamos cientes de relatos sobre a retirada dos tigrenses de algumas regiões do norte da Etiópia”, afirmou Price.

“Há muito tempo, como sabem, pedimos o fim das hostilidades, incluindo o retorno das forças da TPLF a Tigré”, disse ele, acrescentando que os Estados Unidos também fizeram um apelo por “uma solução negociada para o conflito”.

A retirada gera esperanças de um possível diálogo para silenciar as armas em um conflito que deixa milhares de mortos e uma grave crise humanitária no norte da nação do Chifre da África.

Fonte: Yahoo!