17 de junho, 2024

Últimas:

EUA concede contratos de R$ 2,7 bilhões em munições para a Ucrânia

Anúncios

O Exército dos Estados Unidos anunciou, nesta terça-feira (14), que concedeu 522 milhões de dólares (R$ 2,7 bilhões) em pedidos a duas companhias para fabricar munições de artilharia de 155 mm para a Ucrânia.

Os pedidos, oficialmente decididos em 30 de janeiro, foram para as empresas Northrop Grumman Systems Corp. e Global Military Products Inc. e acontecem em meio às preocupações de que a Ucrânia estaria ficando rapidamente sem munições de projéteis de artilharia dos Estados Unidos e de outros aliados.

Anúncios

As entregas de novas munições estão programadas para começar em março deste ano, informou o Exército americano em um comunicado.

O contrato é financiado pela Iniciativa de Assistência à Segurança da Ucrânia, do Pentágono.

Anúncios

Ucrânia e Rússia dispararam entre si imensas quantidades de munição de artilharia desde que a invasão russa teve início há quase um ano.

Em novembro, um funcionário americano disse que as forças russas estavam disparando cerca de 20.000 projéteis de artilharia por dia.

A capacidade da Ucrânia estava entre 4.000 e 7.000 rodadas de projéteis por dia, mais rápido que o ritmo no qual os fabricantes ocidentais aliados podem produzi-los.

Essa capacidade caiu desde então, no momento em que o inverno se instalou e ambas as partes enfrentam uma escassez e tentam conservar munições.

“A guerra na Ucrânia está consumindo uma enorme quantidade de munição, e esgotando as reservas aliadas”, garantiu o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, na segunda-feira.

Fonte: Yahoo!

Talvez te interesse

Últimas

Classificação das Escolas na prova do ENEM de 2023 e outras informações sobre pesquisas realizadas, por Mateus Prado, na Sala...

Categorias