Etanol sobe 4% acompanhando reajuste de gasolina e diesel nos postos em Botucatu

Após discretas reduções, o etanol hidratado (usado diretamente nos tanques dos veículos) voltou a apresentar alta no pre­ço cobrado pelo litro nos postos de combustíveis em Botucatu. O reajuste médio é de 4%, com pos­tos vendendo o produto a R$ 2,83 – são dez centa­vos acima do valor cobra­do anteriormente.

No último levantamen­to semanal da Agência Nacional do Petróleo (ANP), realizado entre 26 de agosto e 1º de setem­bro, o litro do etanol era encontrado em média a R$ 2,72, com preço máxi­mo de R$ 2,74 e mínimo a R$ 2,64.

Para completar o tan­que usando o combustí­vel, o dono de um carro popular, com tanque esti­mado em 50 litros, desem­bolsará R$ 141 ante R$ 136 no preço antigo.

Mesmo com a alta, abas­tecer com etanol ainda é vantajoso em Botucatu. Isso porque, pelo cálculo estipulado pela própria Petrobras, o resultado da divisão de preço do litro etanol/gasolina chega a 0,63. A gasolina se tor­na a melhor opção para o motorista quando o resultado passa de 0,70. O cálculo é feito pois mo­tores movidos a gasolina apresentam rendimento melhor dos que os mo­vidos a etanol, tanto em áreas urbanas quanto nas rodovias.

Gasolina e diesel tam­bém sobem nas bombas

Autorizados pela Pe­trobras na última semana, os donos de postos já re­passaram o reajuste que o litro da gasolina sofreu nas refinarias. Agora o produto é encontrado nas bombas a preço médio de R$ 4,59. Anteriormente o produto era encontrado a R$ 4,48.

Já o óleo diesel é vendi­do a R$ 3,59, sofrendo alta de 8%, frente ao último le­vantamento da ANP, que constatou o litro sendo comercializado a R$ 3,36.

Os reajustes, tanto da gasolina, quanto do diesel, ocorrem quase que dia­riamente, mediante con­dições do mercado, pela nova política de preços da Petrobras.

Leia Notícias com Flávio Fogueral

Scroll Up