Pequenos deslizes de moda podem envelhecer ou infantilizar demais sua imagem

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A roupa vai muito além da sua função prática de proteger o corpo, ela também é responsável por transmitir a imagem que você deseja evidenciar para o mundo. No entanto, nem sempre o que salta aos olhos é aquilo que se quer comunicar: descubra pequenos deslizes de moda que podem envelhecer ou até infantilizar demais o seu visual.

OS QUE ENVELHECEM

COR ERRADA

A cor tem o poder de ressaltar características positivas ou negativas. Foto: Jupiterimages/Bananastock

Apesar da escolha de cor ser uma questão de gosto, a tonalidade deveria sempre variar de acordo com a sua pele, já que perfis quentes e frios pedem um leque diferente de matizes – um assunto explorado pela colorimetria. “A cor errada, que não fica bem em você, envelhece porque empalidece e evidencia defeitinhos como marcas de expressão, manchas, olheiras e rugas. O IDEAL É QUE, AO PROVAR UMA ROUPA, VOCÊ TIRE UMA FOTO COM ELA E OLHE ANALISANDO BEM, porque o espelho pode enganar e nem sempre se percebe. Outra opção é pegar uma mesma blusa em duas cores diferentes, colocar perto do rosto por alguns segundos e depois fazer o mesmo com a outra. A comparação vai te ajudar a entender qual ficou melhor”, explica a consultora de imagem e estilo Fê Bastos.

COMBINAÇÕES “RÍGIDAS”

A alfaiataria e outros elementos da vestimenta clássica são muito bem-vindos no dia a dia, especialmente para ambientes formais ou empresariais. No entanto, tome cuidado para não exagerar na rigidez do look se não quiser parecer ter alguns bons anos a mais. “Eles podem envelhecer de acordo com o que você usa, como é o caso das camisas com gola laço, que estão em alta agora. PROCURE MISTURAR O BLAZER OU A CALÇA COM UMA PEÇA MAIS MODERNA E JOVEM, seja na roupa ou nos acessórios. Geralmente, o paletó fica bem com um jeans escuro, e a calça de alfaiataria funciona com uma regata de bom tecido. Misturar linguagens é o segredo para quebrar o efeito negativo”, indica.

ESTAMPAS FORA DE ESCALA

Escolher a melhor estampa para a sua silhueta nem sempre é fácil e, quando a escala fica fora de proporção, podem acontecer problemas, como acabar com uma imagem antiquada ou um visual datado. “AS ESTAMPAS LIBERTY, AQUELAS DE FLORES BEM PEQUENININHAS, ENVELHECEM DEMAIS SE ESTIVEREM DESPROPORCIONAIS em relação ao corpo. Padrões pequenos não vão ter efeitos negativos se estiverem em mulheres menores e com traços mais delicados, caso contrário, prefira usar de maneira mais casual, como em uma camisa aberta com uma camisetinha por baixo”, adverte.

SAPATOS DA “VOVÓ”

Por mais que sejam extremamente confortáveis, os sapatos com sola anatômica podem não cair bem no figurino quando são muito aparentes. Outros modelos, geralmente relacionados a pessoas mais velhas, também pedem certos cuidados para que não acabem denunciando anos extras: “Alguns são naturalmente mais antiquados, como os peep toes muito fininhos, que mostram só a unha do dedão, e o mocassim anatômico. Se você quiser usar um par de calçados mais clássico ou com esse estilo, A DICA É PROCURAR POR CORES VIBRANTES OU ESTAMPAS E DETALHES QUE OS TRAGAM PARA UMA LEITURA MAIS ATUAL”.

OS QUE INFANTILIZAM

ROUPAS RODADAS

Saias muito rodadas podem infantilizar o look. Foto: grinvalds/iStock

As roupas mais rodadas trazem uma conotação mais romântica e delicada, o que nem sempre é apropriado ou está em sua intenção ao se vestir. “SAIAS E VESTIDOS DESSE ESTILO ACABAM DANDO UM AR JUVENIL, assim como os de pregas, então é uma leitura que não deve estar nas roupas de trabalho. Em um momento casual, podem sim aparecer, mas tente colocar uma estampa mais sofisticada ou moderna ou uma cor mais vibrante, que tiram essa sensação de que você está caricata ou tentando parecer muito mais jovem”.

TONS PASTEL

Os tons pastel estão em alta na moda, mas todo cuidado é pouco ao escolher um look composto por eles. “Eles dão uma infantilizada no look por serem muito clarinhos, especialmente o rosa e o azul, que remetem às crianças mesmo. PARA NÃO ACONTECER, O MELHOR É MISTURAR COM O PRETO E OUTRAS CORES DE MAIOR CONTRASTE, que quebram bastante essa impressão”, aponta.

ACESSÓRIOS DATADOS

Sabe aquele brincão grande de argola ou aquele bico de pato que você adorava na adolescência? Melhor reservar um lugar especial para eles nas suas lembranças, e não no guarda-roupa. “Esses brincos, anéis muito pequenos com motivos infantis e piranhas rementem a uma IMAGEM MUITO JOVEM E SÃO CASUAIS DEMAIS. Prefira brincos com estruturas mais interessantes ou longos, laços e presilhas coloridos, mas com materiais sofisticados, e anéis que façam o seu estilo de agora, e não do passado”, fala.

Fonte: Daquidali

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes