O chá de hibisco emagrece? Ele realmente corta o efeito do anticoncepcional? Especialistas respondem

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Usado como planta medicinal na África, o hibisco, da planta Hibiscus sabdariffa, é popular no Brasil. Seu chá é considerado diurético, bom para quem tem hipertensão e está presente em quase toda dieta para emagrecer. Mas será que seus benefícios comprovados cientificamente? Descubra abaixo alguns mitos e verdades sobre a planta.

Será que a ingestão contínua do chá realmente emagrece?A resposta é sim, desde que aliado a uma série de exercícios e alimentação balanceada. “Dentro de um quadro de bons hábitos alimentares e exercícios físicos regulares, ele pode ajudar no emagrecimento, por essa capacidade antioxidante que ele tem devido à presença do flavonóides. Ele também exerce participação na metabolização da glicose e controle da glicemia”, explica a nutricionista funcional e esportiva Daniela Carvalho. Ou seja, se a ingestão do hibisco não estiver ligada a uma alimentação saudável, o chá não tem efeito. O ideal é que ele seja consumido sem açúcar, com a adição de canela, gengibre em lascas, casca de laranja, cravo ou cardamomo.

A ingestão do chá pode ser alta?Não. Um estudo feito em 2013 pelo National Institutes of Health (NIH), uma agência de pesquisa médica do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA,  relatou que doses muito altas de extrato de hibisco poderiam potencialmente causar danos ao fígado. Além disso, o chá interfere em alguns medicamentos como paracetamol.

O chá corta o efeito de anticoncepcionais?Não. Aliás, nenhum chá tem esse efeito. Segundo a Dra. Nicole Geovana, especialista em Medicina de Família e Comunidade, o remédio só pode ter seu efeito reduzido quando a mulher faz uso de antibióticos, antirretrovirais e anticonvulsivantes.

Fonte: Casa e Jardim

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes