Lavar as mãos pode salvar sua vida; entenda

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Asimples ação de lavar as mãos não toma muito tempo e é responsável por manter a saúde e evitar mortes. O ato previne conjuntivite, diarreia infecciosa, gripes, infecções respiratórias, Hepatite A e as chamadas infecções hospitalares ou infecções relacionadas aos serviços de saúde.

A médica infectologista Marta Fragoso, do Hospital VITA, em Curitiba, conta que pesquisas mundiais indicam que 40% das pessoas não lavam as mãos depois de ir ao banheiro. Segundo a médica, lavar as mãos reduz em 50% o índice de mortes causadas por diarreia e em 25% as decorrentes de infecções respiratórias. “A higiene de mãos é um ato tão importante e significativo em saúde pública como as vacinas e o saneamento básico na capacidade de prevenção de doenças infecciosas transmissíveis”, relata.

Dra. Marta explica que as mãos devem ser lavadas com água corrente, sabonete líquido e secadas com papel toalha. Segundo ela, a ação mecânica de esfregar as mãos é o que elimina as bactérias. Já a espuma dos sabonetes é responsável por remover a gordura da pele, na qual estão localizados os germes. “Quando não há sabonete deve-se lavar apenas com água, esfregando as mãos com os movimentos normais, e na falta de papel toalha, recomenda-se secá-las naturalmente. Usar toalhas de pano ou peças de roupa é proibido, pois contaminam novamente as mãos. Na rua, quando não houver pia ou água, indica-se o uso de álcool em gel, que remove grande parte das bactérias. Já os lenços umedecidos só são eficientes se forem à base de álcool”, esclarece a médica.

De acordo com a infectologista, manter as mãos limpas e higienizadas não são cuidados necessários somente para pacientes e para quem trabalha na área de saúde, mas a toda população.

Dicas básicas sobre a forma correta de higienização das mãos e também como proceder quando não há condições ideais para lavar as mãos:

Quando lavar as mãos:

Antes de comer;

Antes e depois de ir ao banheiro;

Sempre que levar a mão ao nariz ou à boca;

E sempre que perceber que estão sujas e necessitarem higienização.

Como higienizar:  a higiene correta das mãos é feita com água corrente, sabonete líquido e papel toalha para secar a pele.

Sabonete: fora de casa, é necessário usar sempre sabonete líquido. Se a única opção for utilizar em barra, não use, pois quem lavou as mãos antes deixou bactérias no produto. Nesse caso, esfregue as mãos, seguindo os movimentos que faria com o sabão, lavando apenas com água.

Secagem: as mãos devem ser secadas com material de uso exclusivo, ou seja, toalhas de papel descartáveis. O ar quente, disponível em aparelhos também é eficaz e tem o mesmo efeito da toalha de papel. Outro cuidado importante é fechar a torneira protegendo a mão com o papel.

Sem água: na ausência de pia (ou a presença de uma pia que não oferece condições de higiene), o gel de limpeza de mãos é tão eficiente quanto uma lavagem correta das mãos, já que a maioria contém álcool, que remove boa parte das bactérias.

Os sete passos para lavar as mãos de forma correta e eficaz:

Passar sabonete líquido e água limpa nas mãos;

Esfregar a palma de cada mão e a ponta dos dedos na palma da mão;

Esfregar entre os dedos;

Esfregar o polegar de cada mão;

Lavar o dorso de cada mão;

Lavar também os punhos e secar com uma toalha limpa ou papel toalha;

Usar o papel toalha utilizado para fechar a torneira.

Fonte: LifeStyle

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes