Batata frita seria melhor para a saúde do que a cozida, diz novo estudo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Quantas vezes você não ouviu que batata frita faz mal, que engorda? Pois é, ela sempre foi (e ainda é) apedrejada pelos defensores da vida saudável, mas, como diz aquele meme, “parece que o jogo virou, não é?”. Um novo estudo da UNIVERSIDADE DE GRANADA, na Espanha, concluiu que vegetais cozidos podem ser menos benéficos que os fritos, que por sua vez, só ganham esse status se forem feitos em azeite extra virgem.

Foto: dulezidar/istock

COMO DESCOBRIRAM

Foram testadas quatro formas de preparo: cozinhar em água, saltear, cozinhar em água com óleo e fritar mergulhando em azeite extra virgem. Os alimentos escolhidos foram vegetais crus como berinjela, abóbora e batata, que são ricos em fenóis (antioxidantes), mas perdiam muito desse nutriente quando cozidos. Por outro lado, quando FRITOS EM AZEITE EXTRA VIRGEM, que também é cheio dessa substância, OS FENÓIS DO ÓLEO SOMAVAM-SE AOS DA COMIDA.

É bom lembrar que os vegetais estavam todos FRESCOS antes de serem fritos (no fast food estão congelados), e o azeite era o mais NOBRE possível. O estudo começou a partir da análise da popular DIETA MEDITERRÂNEA, tão rica em antioxidantes, que é indicada em muitos casos de doenças degenerativas.

MAS E AS CALORIAS?

Infelizmente, não há milagre. As calorias aumentaram, sim, mas agora, os pesquisadores concluíram que nem toda fritura é ruim. No caso da batata frita em azeite extra virgem, por exemplo, ela além de ter seu PODER ANTIOXIDANTE OTIMIZADO, ainda traz mais benefícios como combate a DOENÇAS DEGENERATIVAS E O CÂNCER. Já a cozida, perdeu essa briga. Ainda assim, não saia se atolando em qualquer batata frita por aí!

Fonte: Daquidali

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes