Até mesmo o cérebro das mães de meninos passam por alterações permanentes, entenda

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

As últimas pesquisas têm descoberto que dar à luz a bebês meninos gera uma série de mudanças no corpo da mãe. A seguir, confira quais são essas transformações e saiba tudo sobre o assunto:

Mais estresse no corpo

Dar à luz a um bebê menino aumenta o estresse no corpo da mãe em níveis muito mais altos do que quando a mulher tem uma menina. É o que aponta uma pesquisa feita pela Universidade de Granada, na Espanha.

Os pesquisadores notaram que durante a gestação, os bebês meninos criam mais químicos, os chamados radicais livres, no corpo da mãe do que as bebês meninas. Estes radicais livres podem machucar as células maternas e levar a problemas de saúde.

Os cientistas acreditam que esta maior quantidade de radicais livres no organismo pode aumentar o risco das mães de meninos desenvolverem problemas como: depressão ou doença de Alzheimer. A pesquisa contou com a participação de 56 gestantes que deram à luz a 27 meninos e 29 meninas.

Cérebro muda para SEMPRE!

Uma pesquisa publicada na revista científica PLoS ONE fez uma descoberta muito curiosa. Após analisar os cérebros de 32 mulheres que faleceram entre os 32 e 101 anos, eles notaram que dois terços destas mulheres apresentaram traços de DNA masculino em seus cérebros.

Diante disso, os pesquisadores concluíram que as mulheres que engravidaram de meninos ficaram com traços do DNA de seus filhos no cérebro durante toda a vida! Não é possível saber se o mesmo ocorre com as mães de meninas porque é mais difícil identificar os cromossomos femininos de outra mulher em um cérebro feminino. Então, por enquanto, sabe-se com certeza que apenas o cérebro das mães de meninos é alterado.

Leite materno diferente

O leite materno produzido pelas mães de bebês meninos é diferente daquele feito pelas mães de bebês meninas. A bióloga e professora da Universidade de Harvard, Katie Hinde, descobriu que o leite materno produzido pelas mães que amamentam meninos contém em média 35% mais gorduras e proteínas. Isto ocorre provavelmente porque os meninos precisam de mais energia para se desenvolver.

O leite da mãe de menina também possui características especificas para essas pequenas.

Fonte: BebêMamãe

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes