5 formas de se manter produtivo durante a quarentena

Traçar objetivos é um dos primeiros passos para manter o ritmo dentro de casa

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Para quem pensou que a quarentena duraria somente até as últimas semanas do mês de março, as mudanças que foram necessárias na rotina da grande maioria das pessoas já soam como algo antigo.

Recorrendo a alguma ferramenta tecnológica ou encontrando soluções internas, o fato é que cada um teve que encontrar uma maneira de conciliar trabalho e vida pessoal, que passaram a acontecer no mesmo ambiente.

Um dos grandes desafios é manter a produtividade, principalmente, para quem não tem um ambiente de trabalho adequado dentro de casa. Por isso, listamos cinco formas que podem te ajudar a ser mais produtivo durante a quarentena. Todas elas são acessíveis aos diferentes estilos de vida de cada um.

1- Exercícios

Com as academias fechadas, as redes sociais foram invadidas por tutoriais e lives de pessoas mostrando como se exercitar em casa. Quem prometeu começar uma rotina de exercícios não encontrou necessariamente a motivação necessária, passando o tempo livre no sofá.

Por outro lado, muitas pessoas encontraram a possibilidade de se manterem mais dispostas com as atividades físicas, sobretudo, quando se exercitam no período da manhã.

Não é de hoje que especialistas recomendam a prática de exercícios para prevenir doenças, além de melhorar sintomas de depressão, ansiedade e estresse. É possível dedicar de 15 a 30 minutos por dia em alguma atividade dentro de casa, melhorando o seu humor ao longo do dia e, até mesmo, o sono.

2- Aplicativos

Além de Instagram e Netflix, que estão sendo os maiores responsáveis pela bateria do seu smartphone durar menos que o normal, muitos aplicativos passaram a fazer parte da rotina das pessoas, exatamente porque ajudam a manter o ritmo no trabalho.

Trello, Monday, To Do e Pocket são só alguns exemplos de apps que permitem maior organização das tarefas, por meio de quadros, lembretes, listas e possibilidade de compartilhamento.

Tem opção até para quem não abre mão do bom e velho post-it, mas em uma versão digital e otimizada para as tarefas on-line.

3- Organização de ambiente

Outra dificuldade compartilhada entre muitos brasileiros foi a falta de um espaço na casa, exclusivo para o trabalho. Com o home office, também surgiu a necessidade de adaptar sala, cozinha e quarto para passar boa parte do dia trabalhando.

Mesmo sem móveis de escritório, que oferecem maior conforto e visualmente remetem ao trabalho, é possível criar um ambiente favorável às suas atividades. Para isso, procure manter a mesa organizada, se possível, longe de barulho e em uma posição confortável.

A decoração com plantas, som ambiente ou  presença do seu pet pode ajudar a tornar o trabalho mais leve, favorecendo a sua produtividade.

4- Rotina

Se, antes, a regra era acordar cedo, trocar de roupa e enfrentar o transporte público lotado ou o trânsito, agora, é acordar no horário e tentar não passar o dia de pijama.

Na verdade, as regras ficaram bem flexíveis. Se o pijama funciona para você, sem problema. Contudo, para muitos, manter a vestimenta “de trabalho” pode ajudar o corpo a entender o momento de funcionar com mais energia e concentração.

Isso vale para a alimentação e o sono. Embora muita gente tenha voltado a cozinhar em casa, consumir mais alimentos gordurosos todo dia não é exatamente a melhor forma de manter seu corpo ágil do jeito que você precisa.

Desse modo, estabeleça pausas ao longo do dia para alongar braços, pernas e coluna, comer sem pressa e arejar a cabeça.

5- Prazer pessoal

Não é porque o isolamento social ainda é algo necessário que você precisa abrir mão do seu lazer. Preparar uma comida gostosa no fim de semana, ligar para os amigos, assistir a um filme ou dançar sozinho na sala podem ser saídas para manter a saúde mental.

Desligue a cabeça do trabalho fora do seu horário de expediente: procure realizar atividades que te façam relaxar e renovar o fluxo mental para evitar acúmulo de cobrança e ansiedade.

Essas são algumas maneiras que podem ajudar quem mais está tendo dificuldade em manter o foco durante esse período tão particular. Lembrando que, em casos mais extremos, existem profissionais que podem ser consultados, inclusive, remotamente.

Conteúdo produzido para o Jornal Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes