Estado de SP tem pior cenário de queimadas em 11 anos

A onda de calor que estamos vivenciando neste último mês do inverno de 2021 fez com que o número de queimadas aumentasse de forma significativa em quase todas as regiões do país. O estado de São Paulo passou da marca dos  3.400 focos de queimadas até o dia 25 de agosto, registrados desde o início do ano, segundo dados do satélite de referência de monitoramento do INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Esse é o pior cenário desde o ano de 2010, quando foram registrados 4042 focos de fogo no mesmo período, de 1 de janeiro a 25 de agosto de 2010.

SP tem pior cenário de queimadas desde 2010

Além do estado de São Paulo, a situação é preocupante também em Mato Grosso, com quase 12700 mil focos de queimadas este ano, até o dia 25 de agosto, e também em Mato Grosso do Sul, com cerca de 4.500 registros. As áreas do Pantanal ainda não se recuperaram das queimadas históricas ocorridas no ano passado.

Fogo já consumiu 80% do Parque Juquery

Nos últimos dias, o que mais chamou a atenção no estado foi o incêndio no Parque do Juquery, em Franco da Rocha, que consumiu cerca de 80% de sua área, segundo a prefeitura da cidade. No dia 25 de agosto, já eram quatro dias de atividades dos bombeiros para conter o foco e evitar que ocorram novas ignições de incêndio a partir do solo quente e seco.

Os incêndios ao redor da Grande São Paulo espalharam muita fuligem que incomodou a população. A fumaça que ficou suspensa no ar foi responsável pela mudança da cor do céu, da Lua e do Sol nos últimos dias

Fumaça, calor e poeira em Viradouro

A população do estado de São Paulo tem tido dias muito desconfortáveis e prejudiciais à saúde. Como se não bastasse a fumaça das queimadas, o calor intenso e o vento levantaram uma nuvem de poeira na região de Viradouro, na região norte do estado. 

As impressionantes imagens registradas pelas câmeras do Climaaovivo mostram as nuvens de poeira e de fumaça que invadiram Viradouro na quarta-feira, 25 de agosto de 2021. 

Frente fria muda o tempo

Nos próximos dias, uma frente fria avança do Sul para o Sudeste e muda o tempo em São Paulo. Depois de provocar muita chuva no Rio Grande do Sul, o sistema deve chegar enfraquecido ao estado de São Paulo, mas há expectativa de pancadas isoladas para todas as regiões paulistas até o domingo, 29 de agosto

Os maiores acumulados devem ocorrer no litoral sul de São Paulo e na região do Vale do Ribeira, no sul do estado. 

Mesmo assim, a mudança na direção dos ventos e a umidade que a frente fria traz serão de grande ajuda para o combate dos focos de queimadas pelo estado. Além disso, a frente fria vai trazer um grande alívio do calorão.  

Fonte: Climatempo

Scroll Up