Estado de SP registra menor média de ocupação de UTIs Covid-19 de 2021, com taxa abaixo de 50%

O Estado de São Paulo registrou pela primeira vez no ano uma ocupação inferior a 50% nos leitos de Terapia Intensiva dedicados ao atendimento de casos graves da COVID-19.

Nesta segunda-feira (2), a média é de 49,2% em UTIs, taxa que chegou a ultrapassar 92% na segunda onda da pandemia. No período, este patamar também havia sido superado na Grande São Paulo, que hoje tem ocupação de 45,2%.

A redução ocorre também em números absolutos de pessoas hospitalizadas. Há 10.156 pacientes internados em todo o território, sendo 5.276 em UTI e 4.880 em enfermaria.

As quedas são reflexo das estratégias de combate à pandemia, sobretudo por meio da vacinação, que já imunizou mais de 78,9% dos adultos de SP (veja dados sobre a campanha em: https://vacinaja.sp.gov.br/).

Em toda pandemia, o estado de São Paulo registrou 4.063.680 casos de COVID-19 e 139.059 óbitos.

Entre o total de casos, 3.750.878 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 427.356 foram internados e receberam alta hospitalar.

O detalhamento dos dados da pandemia estão disponíveis no site www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

Fonte: Governo de SP

Últimas

Falta de caminhoneiros leva ameaça de desabastecimento ao Reino Unido

26 set 2021

Longas filas de carros em postos de gasolina no Reino Unido ilustraram os temores da população britânica neste...

Categorias

Scroll Up