Estado de São Paulo pode bater recorde de calor ainda neste inverno durante a semana

Uma massa de ar quente e seco tem predominado no estado de São Paulo desde a última terça-feira (17), mantendo o céu claro, as temperaturas acima da média para a época do ano e o ar extremamente seco em todo o estado.

Além disso, um bloqueio atmosférico está impedindo a entrada do ar frio de origem polar sobre o Brasil, e o pouco de frio que chega ao país fica restrito somente ao Rio Grande do Sul. Sem a presença do ar gelado, com o aumento natural das horas de sol que já ocorre nessa época do ano e o predomínio dos ventos quentes sobre São Paulo, a capital paulista vai esquentar ainda mais.

Dia mais quente de 2021 em pleno inverno

A expectativa ao longo da semana é de que as temperaturas subam rapidamente, ultrapassando a marca dos 30°C na Grande São Paulo durante a tarde. As mudanças no Clima não respeitam calendário, e na próxima quarta-feira (25), os modelos meteorológicos indicam temperatura entre 34°C e 35°C para a capital paulista e cidades do interior do estado e esta pode ser a maior temperatura máxima de 2021, ou seja, o dia mais quente do ano em pleno inverno.

Essa condição de um rápido aumento nas temperaturas é justificada tanto pela presença de uma massa de ar quente e seco sobre grande parte do Brasil, quanto por um condição conhecida como “pré-frontal”, quando os ventos quentes que sopram do quadrante norte e noroeste ganham força, antecedendo a chegada de uma nova frente fria.

Fonte: Climatempo

Scroll Up