Estado confirma 1º caso de varíola dos macacos em Conchas

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou, nesta quarta-feira (3), o primeiro caso de varíola dos macacos em Conchas (SP). O paciente, que não teve idade e sexo divulgados, está recebendo acompanhamento médico.

Após a confirmação do estado, a reportagem procurou a Vigilância Epidemiológica de Conchas, mas a pasta não passou informações sobre o caso.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, até o momento, 1.298 casos de Monkeypox foram registrados em todo o estado de São Paulo. Doze deles foram identificados em cidades das regiões de Itapetininga e Sorocaba.

São três casos confirmados em Sorocaba e três em Jundiaí. Já Itararé, São Roque, Piedade, Cabreúva, Várzea Paulista e Conchas têm um caso cada.

O vírus da Monkeypox faz parte da mesma família da varíola e o atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. A transmissão ocorre entre pessoas, principalmente por meio do contato íntimo.

Prevenção contra a Monkeypox (MPX)

  • Evitar contato íntimo ou sexual com pessoas que tenham lesões na pele;
  • Evitar beijar, abraçar ou fazer sexo com alguém com a doença;
  • Higienizar as mãos com água e sabão e usar álcool em gel;
  • Não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos e objetos pessoais;
  • Usar máscaras, protegendo contra gotículas e saliva, entre casos confirmados e contactantes.

Ainda segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o principal sintoma é o aparecimento de lesões parecidas com espinhas ou bolhas no rosto, caroços em partes do corpo, febre, dor de cabeça, calafrios, cansaço e dores musculares.

Fonte: G1Foto: Ilustração/Reprodução/TV Anhanguera