São Paulo empata com o Vasco e avança à semifinal da Copa do Brasil; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O São Paulo precisou levar sustos para começar a reagir e garantir sem riscos a classificação para a semifinal da Copa do Brasil. O empate em 1 a 1 com o Vasco, nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã, no Rio, só veio graças às alterações que consertaram um início catastrófico.

Com os 3 a 0 aplicados na ida, no Morumbi, na semana passada, o técnico colombiano Juan Carlos Osorio resolveu (mais uma vez) improvisar no posicionamento. As alterações, somadas às vantagens, fez o time ter um início catastrófico e ser dominado no começo pelos reservas do Vasco. A equipe carioca prioriza a luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro e não hesitou em se poupar no Maracanã.

O primeiro tempo do São Paulo foi digno dos piores momentos do time no ano. A formação com velocistas instruídos para o contra-ataque careceu de cadência para criar e posicionamento organizado para marcar. O caos no esquema tático deixou Thiago Mendes como o único volante de marcação em um confronto que, teoricamente, consistia em administrar a confortável vantagem de 3 gols e não dar nenhuma chance ao azar.

Lyanco como lateral-direito dava espaços, errava passes e foi por esse setor que o Vasco arrancou para abrir o placar. Riascos entrou livre na área e chutou duas vezes para vencer Rogério Ceni e fazer 1 a 0 aos 16 minutos.

A equipe alternativa do Vasco começou a ficar confiante e apertar. O São Paulo ficou assustado, como se estivesse em pane. O primeiro chute a gol só veio aos 38 minutos.

FICHA TÉCNICA – VASCO 1 X 1 SÃO PAULO

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 30 de setembro de 2015, quarta-feira

Horário: 22 horas (de Brasília)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Marcos Welb Rocha de Amorim (BA)

Cartões Amarelos: Riascos (Vasco): Lucão e Thiago Mendes (São Paulo)

Público: 5.674 presentes

Renda: R$ 202.390,00

Gols:

VASCO: Riascos, aos 17 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Centurión, aos 14 minutos do segundo tempo

VASCO: Jordi; Jean Patrick, Jomar, Anderson Salles e Christiano; Guiñazu, Serginho, Lucas e Emanuel Biancucchi (Romarinho); Herrera (Rafael Silva) e Riascos (Renato Kayser)

Técnico: Jorginho

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Lyanco (Bruno), Rodrigo Caio, Lucão e Reinaldo; Thiago Mendes, Wesley, Carlinhos (Hudson), Wilder (Ganso) e Alexandre Pato; Centurión

Técnico: Juan Carlos Osorio

Fonte: Estadão

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes