Santos vence o Vasco pela Copa do Brasil; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Santos não tomou conhecimento do Vasco da Gama no primeiro confronto entre os alvinegros pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Com muita facilidade, o Peixe fez 3 a 0 nos cariocas e parecia encaminhar sua vaga às quartas de final da competição por mata-mata. Mas, um gol dos cariocas aos 50 minutos do segundo tempo deixou a pulga atrás da orelha dos santistas. As duas equipes voltam a se enfrentar dia 21 de setembro, às 21h45, em São Januário, no Rio de Janeiro e, se antes só uma goleada histórica reverteria a situação para colocar os cruzmaltinos na próxima fase, agora uma simples vitória por 2 a 0 classifica o Vasco em casa.

A partida marcou os retornos de Gabriel, Thiago Maia e Zeca ao time santista depois da conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos, mas, quem brilhou na noite desta quarta-feira na na Vila Belmiro foi Lucas Lima, que após muitas cobranças, sobrou em campo. O camisa 20 criou muitas jogadas de perigo, cruzou a bola para o gol de cabeça de Renato – outro em noite inspirada – e fechou a vitória. Antes, Ricardo Oliveira deixou ao colocar a bola na gaveta de Martin Silva em cobrança de falta. O gol que manteve o Vasco vivo no confronto saiu no último lance, com Éder Luiz

Apesar do balde de água fria no fim, a vitória contundente pode motivar o Santos a reagir no Campeonato Brasileiro depois da derrota para o Curitiba, que derrubou o time para a 5ª colocação. No domingo, às 11 horas, o Alvinegro Praiano recebe o Figueirense de novo na Vila famosa. Já o Vasco vê sua série de seis jogos de invencibilidade ser quebrada. Líder da Série B, os cariocas agora somam três jogos sem sair de campo com os três pontos e no próximo sábado visitam o Tupi, às 16h30, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Peixe sobrando
O público na Vila Belmiro voltou a decepcionar. Nem mesmo o retorno do trio campeão olímpico e o caráter decisivo do confronto com o Vasco motivaram os torcedores do Santos à lotar o velho alçapão. Mas, seja in loco, pela TV, pelo rádio ou pela internet, a torcida do Peixe certamente gostou do que viu.

No primeiro tempo, a equipe de Dorival Júnior foi soberana. Lucas Lima voltou a jogar bem depois de muitas críticas sobre suas últimas apresentações. O meia assustou ao arriscar chute de fora da área logo no início da partida e cruzou uma bola na medida, que Ricardo Oliveira acabou desperdiçando muito em função do quique da bola.

O gol estava maduro e veio com Renato, aos 30, ao aproveitou cobrança de escanteio curta de Gabriel para Lucas Lima. Completamente sozinho no miolo da área, o volante cabeceou sem chance para Martin Silva.

O Peixe não se conteve após abrir o placar. E se Vitor Bueno por pouco não marcou um golaço da intermediária, Ricardo Oliveira teve mais sorte aos 36. O centroavante cobrou falta da entrada da área, o que não é muito comum, e saiu para o abraço depois da bola tocar o travessão e morrer no fundo da rede. Um golaço do centroavante, que chegou à marca dos 299 gols na carreira.

O Vasco parecia perdido diante da movimentação so santistas e das constantes viradas de jogo da equipe da casa. Mesmo assim, os cariocas tiveram duas grandes oportunidades e, em ambas, Vanderlei se sobressaiu diante dos atacantes. A coincidência é que os dois lances foram protagonizados por duas falhas do zagueiro Luiz Felipe.

Na primeira, Éderson se atrapalhou ao sair cara a cara com Vanderlei. E no último lance antes do intervalo, Andrezinho inexplicavelmente demorou a finalizar praticamente dentro da pequena área, com a bola limpa. Quando decidiu concluir, chutou fraco, em cima do camisa 1 do Peixe, para delírio das arquibancadas.

Briga na rua para o jogo
Aos 6 minutos da segunda etapa, uma situação inusitada interrompeu a partida entre Santos e Vasco. Torcedores das duas equipes e policiais entraram em confronto nas ruas do entrono do estádio Urbano Caldeira. A confusão gerou muita correria do lado de fora. A PM disparou diversos tiros de bala de borracha e usou muito spray de pimenta para dispersar o tumulto. E o gás acabou chegando ao campo de jogo, causando dois minutos de interrupção.

Vasco respira no último minuto
Com o recomeço da segunda etapa, Yago Pikachu entrou na vaga de Willian e Jorginho tentou mudar o panorama do jogo. O Santos, mesmo assim, era soberano e controlava o confronto, porém, já sem o mesmo ímpeto. Assim, o ritmo do duelo foi caindo até que Andrezinho resolveu arriscar e acabou carimbando a trave de Vanderlei, que apostou apenas no golpe de vista. Era o Vasco começando a crescer na Vila Belmiro em busca de ao menos um gol que lhe desse uma boa condição para o jogo de volta.

Mas o plano foi por água abaixo aos 19 minutos. O Santos mais uma vez encontrou muito espaço no meio de campo e chegou com facilidade à entrada da área de Martin Silva. Renato, com um lindo toque de calcanhar, deixou Lucas Lima de frente para a meta. O camisa 20, então, só colocou no canto, bola rasteira. 3 a 0 classificação encaminhada.

A festa só não foi completa porque a arbitragem anulou de forma muita duvidosa o que seria o quarto gol do Santos no jogo, o segundo de Ricardo Oliveira, que assim poderia comemorar seu 300º gol na carreira.

Para piorar, no último minuto do jogo, o Vasco tentou sua última investida e foi feliz. Éderson chutou cruzado, Vanderlei espalmou e Éder Luiz mandou para as redes, já de carrinho. É o gol que mantém o Vasco vivo na briga por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA – SANTOS 3 X 1 VASCO DA GAMA

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 24 de agosto de 2016, quarta-feira.
Horário: 19h30 (horário de Brasília).
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (Fifa-SC) e Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC)
Cartões amarelos: SANTOS: Lucas Lima. VASCO: Masdon, Diguinho.

Público: 6.130 presentes
Renda: R$ 231.065,00

GOLS:
SANTOS: Renato, aos 30, e Ricardo Oliveira, aos 36 minutos do 1T. Lucas Lima, aos 19 minutos do 2T
VASCO: Éder Luiz, aos 50 minutos do 2T.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Lucas Lima (Léo Cittadini) e Vitor Bueno; Gabriel (Copete) e Ricardo Oliveira
Técnico: Dorival Júnior.

VASCO: Martin Silva; Madson (Evander), Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Diguinho, William (Yago Pikachu), Andrezinho e Nenê (Éder Luiz); Jorge Henrique e Éderson.
Técnico: Jorginho.

https://youtu.be/IlfwGXgzoIE

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes