Santos vence o Água Santa e assume a liderança geral do Paulistão; veja o gol

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Santos cumpriu seu dever de casa e superou o Água Santa por 1 a 0 na noite deste sábado, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. A vitória leva o Peixe aos 18 pontos, ainda mais líder do Grupo A, mas também coloca a equipe na ponta geral do Campeonato Paulista. O Corinthians, com 17 pontos, é o único que ainda pode tirar o posto santista, caso vença o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, neste domingo.

Apesar do placar magro e da sorte no único golo marcado, o Santos teve inúmeras chances de gol e poderia ter aplicado uma goleada em cima do time de Diadema, que joga a Série A do Estadual pela primeira vez em sua história. Richard, goleiro que substituiu Roberto, contundido, foi o grande nome do jogo. Ele é o mesmo que, em 2010, pegou três pênaltis santistas na decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior e consagrou o São Paulo como campeão à época.

A polêmica do jogo ficou por conta de um pênalti não marcado pela arbitragem de Vanderlei em cima de Everaldo, no segundo tempo, quando o Peixe já atuava com um homem a mais, depois da expulsão de André Rocha. O resultado mantém o Água Santa com 11 pontos no Grupo D depois do quarto jogo sem vitória.

Agora, o Peixe já se prepara para enfrentar o XV de Piracicaba nesta terça, às 19h30, no estádio Barão De Serra Negra. A partida é válida pela 11ª rodada e foi antecipada em função dos cinco jogadores santistas convocados pela Seleção Brasileira: Ricardo Oliveira e Lucas Lima para a principal e Gabriel, Thiago Maia e Zeca para a olímpica.

No fim de semana, o Água Santa entra em campo no sábado, às 15 horas, no estádio José Batista Pereira Fernandes, em Diadema, contra o Botafogo-SP. No dia seguinte o Peixe visita o Rio Claro, às 19h30, no estádio Augusto Schmidt Filho.

Pressão santista

De volta ao Pacaembu e embalado pela vitória no clássico da última semana, o Peixe entrou em campo sem Lucas Lima, mas como o mesmo favoritismo para marcar três pontos em cima do Água Santa. Apesar das duas equipes terem formações parecidas, o alvinegro praiano não se omitiu da responsabilidade de ditou o ritmo do jogo no primeiro tempo.

Com Serginho mais aberto pela ponta esquerda e Rafael Longuine jogando mais centralizado, o Santos tentava chegar ao gol sempre com toques rápidos e abusando das ultrapassagens de Victor Ferraz pela direita. Desta forma, a bola rondou por 20 minutos a área da equipe de Diadema, que se segurava como podia.

Aos 23, o grito de gol dos santistas nas arquibancadas ficou entalado. Thiago Maia abriu pela esquerda e cruzou no pé de Gabriel, que bateu de primeira e acertou a trave. A resposta do Água Santa veio logo aos 25. O camisa 10 do Peixe tentou cavar uma falta e acabou dando contra-ataque para o adversário. André Rocha fez a jogada e serviu Everaldo, livre dentro da área. O artilheiro bateu, mas Gustavo Henrique salvou o Santos.

O Santos já fazia por merecer um gol no Pacaembu, mas contou com a sorte para abrir o placar. Victor Ferraz, Gabriel e Longuine tabelaram bonito e, quando o meia bateu cruzado para a área, a bola desviou em Eli Sabiá e entrou. Apesar disso, o árbitro deu gol para o substituto de Lucas Lima neste sábado.

A partir dai, o Peixe exerceu uma pressão absurda sobre o Água Santa, que mal conseguia sair de dentro da sua própria área. Foi quando apareceu Richard, goleiro reserva da equipe, já que Roberto está contundido. Rafael Longuine, Serginho e Gustavo Henrique só não ampliaram a vitória antes do término da primeira etapa porque o arqueiro realizou três defesas importantíssimas.

Polêmica e nada de gol

A segunda etapa começou agitada. Logo aos 3 minutos, Richard já teve de trabalhar novamente depois de cabeçada de Renato. O Água Santa respondeu com dois chutes de fora da área de Rafael Santiago. Nas duas oportunidades, Vanderlei mandou a bola para escanteio.

Aos 10 minutos, o primeiro lance que gerou muita reclamação por parte dos jogadores do Água Santa. André Rocha parou Rafael Longuine com falta, no meio campo, e, como já tinha amarelo, foi expulso pelo árbitro Vinicius Furlan.

Mesmo com um jogador a menos, o Água Santa não deixou de tentar atacar e, em contra-ataque fulminante, Guina serviu Everaldo, que entrou na área em velocidade. Vanderlei saiu do gol e, ao invés de pegar a bola, preferiu fazer a proteção e ganhar o tiro de meta, mas acabou acetando o atacante na barriga. Pênalti não marcado por Vinicius Furlan, para a revolta do Água Santa.

Apesar de ter a vantagem numérica em campo, o Santos não conseguia jogar com tranquilidade e passou a errar muitos passes, irritando o técnico Dorival Júnior, que já se preocupava com a vitória magra.

E para desespero do treinador, aos 34 minutos, Paulinho, que entrou na vaga de Serginho, arriscou de fora da área e acabou acertando as duas traves do goleiro Richard. Lance incrível no Pacaembu.

Na sequência, Ricardo Oliveira ficou livre, dentro da área e bateu no canto. E mais uma vez Richard fez milagre, evitando o segundo gol do Peixe. Depois das broncas de Dorival, o Santos pressionava e se impunha no jogo, mas o gol não saiu e o Peixe ficou mesmo com a vitória por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA – SANTOS 1 X 0 ÁGUA SANTA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 12 de março de 2016, sábado

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Furlan

Assistentes: Vicente Romano Neto e Patrick André Bardauil

Cartões amarelos: SANTOS: Thiago Maia, Ronaldo.

ÁGUA SANTA: Rafael Santiago, André Rocha, Jonathan.

Cartão vermelho: ÁGUA SANTA: André Rocha.

Público: 16.035 pagantes

Renda: R$436.880,00

GOL:

SANTOS: Rafael Longuine, aos 29 do 1T.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato, Thiago Maia, Rafael Longuine (Ronaldo) e Serginho (Paulinho); Gabriel (Joel) e Ricardo Oliveira.

Técnico: Dorival Júnior.

ÁGUA SANTA: Richard, Jonathan, Gustavo, Eli Sabiá e Bruno Ré; André Rocha, Sérgio Manoel, Francisco Alex (Guina) e Éder (Augusto); Rafael Santiago (Rafael Martins) e Everaldo.

Técnico: Márcio Ribeiro

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes