Santos goleia o Atlético-MG na Vila Belmiro; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Santos não deixou a derrota para a Ponte Preta abalar a boa fase da equipe e, nesta quarta-feira, bateu o Atlético-MG por 4 a 0, ampliando sua série para dez vitórias seguidas na Vila Belmiro. Assim, o Peixe mostrou que segue vivo na briga por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro ao chegar aos 40 pontos. O quarto colocado segue sendo o Flamengo, que tem 41 e recebe o Coritiba nesta quinta, em Brasília. Já para o Galo a derrota foi péssima, principalmente porque o Grêmio bateu o Atlético-PR, em Curitiba, e agora tem apenas um ponto a menos que o time mineiro (48 a 49). Para o alívio dos mineiros, o Corinthians acabou derrotado pelo Internacional, no Beira-Rio, e estacionou os 54 pontos, mantendo cinco à frente, na liderança do campeonato.

O confronto desta quarta, na Baixada Santista, expôs as maiores características dos dois times: o ataque. O primeiro tempo foi marcado por muitas chances de gols criadas tanto por Santos quanto por Atlético e acabou com a vitória parcial dos donos da casa graças a um belo chute de fora da área de Gabriel.

Já na segunda etapa, o Galo praticamente não jogou e foi completamente dominado pelo Peixe. Assim, Gabriel ampliou a vantagem ao sair cara a cara com Vitor, que completou 200 jogos com a camisa do Atlético-MG nesta quarta, e Ricardo Oliveira também deixou o seu. Agora, o artilheiro do Brasileirão tem 17 gols marcados em 26 rodadas. Nos acréscimos, Marquinhos Gabriel fez o quarto e decretou a goleada na Vila Belmiro.

Neste fim de semana, as duas equipes têm confrontos complicados pela 30ª rodada. O Peixe visita o líder Corinthians, às 11 horas, na Arena do rival, em Itaquera. Já o Atlético-MG joga em casa, às 16 horas, no estádio Independência, mas o adversário é o Flamengo, que chega embalado pela briga no G4.

Lá e cá

Santos e Atlético-MG fizeram, em campo, exatamente o que os torcedores aguardavam antes da partida. Com muita vibração, técnica e com poucas faltas, o primeiro tempo foi aberto, com grandes oportunidades de gol para os dois lados e que terminou com a vitória parcial do Peixe.

O primeiro lance de perigo do jogo foi um chute de Giovanni Augusto, depois de assistência de Lucas Pratto. Apesar de não levar perigo, a jogada mostrou que o Galo não ficaria esperando os donos da casa em seu campo de defesa.

Em seguida, porém, Gabriel perdeu uma chance incrível, praticamente embaixo da trave, sem goleiro. Lucas Lima cruzou rasteiro e o camisa 10 bateu por cima.

A resposta atleticana veio com Carlos, que apareceu sozinho, no miolo da zaga santista, e cabeceou para fora o cruzamento de Patric. Grande chance desperdiçada.

A partida era corrida e o ‘lá e cá’ não dava trégua. Aos 10, Zeca testou Vitor, que defendeu chute de longe. Três minutos depois, Marquinhos Gabriel recebeu livre na grande, girou e isolou. Aos 15, Patric abandonou a lateral e apareceu no meio de campo também para arriscar chute de fora da área, mas, mais uma vez Vanderlei fez seu trabalho sem grandes problemas.

A partir dos 30 minutos, a velocidade do jogo diminuiu, muito em função do ritmo alucinante que os times vinham impondo, e passou a ser mais estudada. E em um momento de desatenção do time mineiro, Gabriel não perdoou.

Depois de perder um gol inacreditável no início do confronto, o jovem de 19 anos recebeu na intermediária, avançou sozinho, limpou Jemerson e bateu forte, rasteiro. Sem chance para Vitor.

O gol aliviou os donos da casa e acabou freando um pouco do ímpeto atleticano. Assim, o ótimo primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para o Peixe.

Peixe se impõe

O segundo tempo não começou diferente da etapa inicial. Dorival e Levir mantiveram suas equipes ofensivas e em busca de uma vitória importante tanto para um quanto para o outro. Mas o Peixe voltou mais ligado.

Aos 6 minutos, Gabriel deu um lindo toque de calcanhar para Thiago Maia chegar ao ataque como elemento surpreso e servir Ricardo Oliveira. O camisa 9 pegou de primeira, com Vitor já batido, mas a bola saiu pela linha de fundo. Uma chance que normalmente o artilheiro do Campeonato Brasileiro não costuma perder.

Mas, se o Galo se livrou de levar o segundo gol dos pés de Ricardo Oliveira, Gabriel então fez o trabalho na Vila Belmiro. Com a zaga atleticana toda avançada, Leonardo Silva deu condição para o atacante santista receber passe de Lucas Lima e, depois de correr do meio de campo até o gol sem marcação, o camisa 10 só teve o trabalho de deslocar Vitor e ampliar a vantagem do Santos.

O Atlético sentiu o gol e, mesmo com as alterações de Levir Culpi, não conseguia mais sequer levar perigo ao gol de Vanderlei, que depois de trabalhar muito no primeiro tempo, passou quase toda a segunda etapa assistindo o jogo.

Enquanto isso, o Peixe não amoleceu e seguiu martelando em busca de mais gols. Com a zaga do Galo batendo cabeça, o time de Dorival chegou ao terceiro gol depois de uma lambança na saída de bola do vice-líder do Brasileiro. Ricardo Oliveira tabelou com Lucas Lima e desta vez não desperdiçou. 3 a 0.

Com a vitória garantida, Dorival Júnior sacou Gabriel, Ricardo Oliveira e Marquinhos Gabriel, já pensando no clássico contra o líder Corinthians, no domingo de manhã. Por outro lado, o Atlético-MG percebeu que a noite não seria sua mesmo em dois lances seguidos.

Primeiro Vanderlei fez grande defesa em chute de Dátolo. Em seguida, Leonardo Silva cabeceou firme, mas a bola explodiu no travessão, pingou na linha e não entrou. Thiago Ribeiro também teve uma grande oportunidade, sozinho, de frente para Vanderlei. O goleiro, no entanto, evitou o gol de honra dos visitante.

Já nos acréscimos, Marquinhos Gabriel aproveitou o desleixo da defesa do Galo e, com liberdade, bateu para marcar o quarto gol e decretar a goleada e também a nona vitória seguida dos donos da casa, na Vila.

FICHA TÉCNICA – SANTOS 4 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data: 16 de setembro de 2015, quarta-feira

Horário: 22h00 (Horário de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (FIFA-SC)

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (FIFA-SC) e Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO)

Público: 6.179 torcedores

Renda: R$ 235.610,00

Cartões amarelos: David Braz (Santos); Giovanni Augusto (Atlético-MG)

GOLS:

SANTOS: Gabriel, aos 37 minutos do primeiro tempo, e aos 9 do segundo tempo. Ricardo Oliveira, aos 25 minutos do segundo tempo. Marquinhos Gabriel, aos 47 do segundo tempo.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Leandro); Marquinhos Gabriel, Gabriel (Marquinhos), Ricardo Oliveira (Vitor Bueno).

Técnico: Dorival Jr

ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Dátolo, Luan (Cárdenas), Giovanni Augusto (Dodô) e Carlos (Thiago Ribeiro); Pratto

Técnico: Levir Culpi

https://youtu.be/Ufne5iJ-mW0

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes