Santos e Corinthians decidem vaga na final do Paulista

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O estádio do Pacaembu receberá nessa segunda-feira, às 20h (de Brasília) a decisão entre Santos e Corinthians pela semifinal do Campeonato Paulista. Com a Vila Belmiro em fim de reforma, o Peixe terá o palco paulistano tomado pelo “mar branco” para tentar reverter a vantagem corintiana de um gol, graças ao triunfo por 2 a 1 no duelo de ida, na Arena de Itaquera. Todos os ingressos foram vendidos.

Um empate basta ao time de Fábio Carille, mas o técnico do Timão sabe que Jorge Sampaoli não deve repetir a estratégia dos últimos encontros.

“Estou discutindo algumas coisas, pode acontecer algumas mudanças em cima do que a gente imagina do Santos”, reconheceu o comandante do atual bicampeão estadual, que por outro lado não espera grandes surpresas do treinador argentino.

“A gente vai estar muito atento no que ele fez nesse campeonato. A gente vai analisando o que foi feito. Não dá para mudar muito. Aqui também temos um dia a mais que ele (de recuperação), e surpresa muitas vezes o jogo te mostra. O importante é nos prepararmos para todas as situações. São duas ou três situações, não pode fugir disso. É mais recuperação e pouco treino. Não dá tempo para isso. Quando sai a escalação uns 45 minutos antes do jogo, a gente já sabe mais ou menos como vai ser a proposta do adversário”, completou.

A maior dúvida de Carille diz respeito à manutenção de Vagner Love entre os titulares ou não. Aliás, durante a semana o técnico aproveitou para explicar o motivo da escalação do camisa 9 nas últimas quatro partidas ao invés de manter Pedrinho na equipe.

“Tenho mais presença de área, coisa que estou brigando com Pedrinho, que tem mais bola no pé. Os números mostram que Pedrinho não é finalizador, não é goleador, e que não é atacante. É meia, que joga de lado, como Jadson em 15, mas Jadson fazia a gol, pisava na área, por isso ele tem que ser mais incisivo, incomodar o adversário quando a gente tiver a bola. É por isso”, explicou.

Carille não espera grandes mudanças, mas Jorge Sampaoli pode surpreender. No treinamento deste domingo, o argentino testou alternativas como Diego Pituca como lateral-esquerdo e Soteldo na vaga de Rodrygo. A definição da escalação ocorrerá pouco tempo antes da bola rolar.

O Santos busca reencontrar a melhor forma. Uma vitória nos últimos sete jogos, com apenas três gols marcados, é o atual cenário. Na última partida, derrota por 2 a 1 para o Atlético-GO, em Goiânia, com equipe mista.

Diego Pituca vê dificuldade pela equipe estar “manjada”. A ideia é reeditar o bom futebol do início da temporada no clássico.“Acostumamos mal vocês (da imprensa), os torcedores… Adversário estuda bem a gente, está tentando bloquear o que temos de melhorar, que é o passe. Melhoramos bastante, estamos numa evolução boa, tentando fazer o que Sampaoli pede. E que nesse jogo voltemos a fazer o que vínhamos fazendo”, disse Diego Pituca, em entrevista coletiva.

Uma vitória do Santos por um gol, independentemente do placar, leva a definição do finalista aos pênaltis, já que o gol fora de casa não é critério de desempate no Paulistão. Aliás, o confronto dessa segunda será o quarto encontro entre os rivais alvinegros na temporada, e até agora o Corinthians não saiu de campo derrotado: foram dois empates, além do triunfo de domingo passado.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes